Cotidiano

PMA apreende 400 metros de rede de pesca e solta 10kg de pescado no rio Paraná

Durante a operação Semana Santa, a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Porto Primavera, apreendeu neste domingo (12), oito redes de pesca, medindo 400 metros no total, armadas em local proibido no rio Paraná, em Anaurilândia, distante 366 quilômetros de Campo Grande. Os infratores não foram identificados. A apreensão foi feita durante a madrugada deste domingo, […]

Ana Paula Chuva Publicado em 12/04/2020, às 16h30

None

Durante a operação Semana Santa, a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Porto Primavera, apreendeu neste domingo (12), oito redes de pesca, medindo 400 metros no total, armadas em local proibido no rio Paraná, em Anaurilândia, distante 366 quilômetros de Campo Grande. Os infratores não foram identificados.

A apreensão foi feita durante a madrugada deste domingo, no lado da usina Sérgio Motta, no rio Paraná. As redes estavam armadas próximo ao aterro da Usina, local proibido para pesca e nas proximidades da Três Barras.

No local também, os policiais soltaram aproximadamente 10 kg de pescado que estavam presos às redes, porém, vivos.

Vale lembrar que o uso de redes de pesca é proibido, apesar de ser muito comum na região, já que nos lados das usinas hidrelétricas do rio Paraná, o petrecho é permitido para pescador profissional identificado e com malha a partir de 140 milímetros.

Mas, muitos pescadores profissionais armam redes com malha menor à permitida e não identificam, além de pescadores amadores utilizarem estes petrechos sem previsão legal, o que caracteriza crime ambiental.

Jornal Midiamax