Cotidiano

Pecuarista de Dourados é multado em R$ 20 mil por desmatamento em áreas de nascentes

Por desmatar em área de nascentes, pecuarista em uma fazenda próxima de Maracaju, município distante 158 quilômetros de Campo Grande, é multado em R$ 20 mil. No local do desmatamento foi construída uma estrada. Através de uma denúncia feita a Polícia Militar Ambiental de Jardim, distante 193 quilômetros de Campo Grande, uma equipe foi até […]

Carolina Rocha Publicado em 22/12/2020, às 16h07

Foto: PMA de Jardim
Foto: PMA de Jardim - Foto: PMA de Jardim

Por desmatar em área de nascentes, pecuarista em uma fazenda próxima de Maracaju, município distante 158 quilômetros de Campo Grande, é multado em R$ 20 mil. No local do desmatamento foi construída uma estrada.

Através de uma denúncia feita a Polícia Militar Ambiental de Jardim, distante 193 quilômetros de Campo Grande, uma equipe foi até o local, que está à 120 km de Maracaju e constatou que houve desmatamento de áreas protegidas de nascentes para a construção de uma estrada. Por conta disso, o proprietário foi autuado por crime e infração ambiental.

Ao chegar no local, a equipe realizou fiscalização e confirmou a denúncia. Foi verificada a derrubada de árvores e degradação de vegetação arbustiva em uma área de nascentes e olhos d’água, que é protegida por lei, área de preservação permanente. A área foi medida pelo GPS e perfez 3,5 hectares de degradação, sendo tudo realizado sem licença ambiental. No local estava sendo construída uma estrada e as atividades foram interditadas.

O pecuarista de 50 anos, residente em Dourados, foi autuado administrativamente e recebeu uma multa de R$ 20 mil.  Ele também responderá por crime ambiental, cuja pena é de um a três anos de detenção. O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental um Prada (Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada).

Jornal Midiamax