Cotidiano

Passageiros passam por teste em blitze contra coronavírus nos terminais de Campo Grande

A Prefeitura Municipal iniciou nesta segunda-feira (1) uma operação nos terminais de transporte público de Campo Grande para aferir a febre dos passageiros que passam pelas plataformas durante o horário de pico. As blitze acontecerão entre às 5h30 e 8h30 e 30 testes rápidos para detectar a Covid-19, o novo coronavírus, foram colocados a disposição. […]

Mariane Chianezi Publicado em 01/06/2020, às 09h32 - Atualizado às 13h31

Foto: Ranziel Oliveira, Midiamax.
Foto: Ranziel Oliveira, Midiamax. - Foto: Ranziel Oliveira, Midiamax.

A Prefeitura Municipal iniciou nesta segunda-feira (1) uma operação nos terminais de transporte público de Campo Grande para aferir a febre dos passageiros que passam pelas plataformas durante o horário de pico. As blitze acontecerão entre às 5h30 e 8h30 e 30 testes rápidos para detectar a Covid-19, o novo coronavírus, foram colocados a disposição.

Conforme a coordenadora da coordenadoria de Vigilância de Saúde Ambiental, Silvia Barbosa, o foco é atender os passageiros durante o horário de pico, abordados os usuários que descem dos ônibus e os que aguardam na fila.

“Na fila fazemos uma triagem e se o passageiro apresentar febre de mais de 37.8 graus e relatar que esteve com dor de cabeça ou diarreia durante os últimos sete dias, ele é encaminhado para o teste”, disse Silvia. O teste fica pronto em 15 minutos e, se positivo, o passageiro é encaminhado para uma unidade de saúde.

Ainda nesta segunda-feira acontecerá blitz no centro da Capital, nos pontos com mais aglomerações e em algumas regiões dos bairros. Hoje acontecerá no camelódromo e Mercadão, na terça-feira na Rua Barão do Rio B ranco e Dom Aquino e na quarta, na região das Moreninhas.

Simultâneo ao terminal Morenão, a blitz acontecia também nos terminais Guaicurus e Moreninhas. Na terça-feira (2) acontecerá no terminal Hérculos Maymone, General Osório e Nova Bahia. Na quarta-feira (3) é a vez dos passageiros do terminal Aero Rancho, Bandeirantes e Júlio de Castilho passarem pela operação.

Prevenção e orientação

A chefe de serviço de educação sanitária da Vigilância Sanitária, Edna de Castro, disse ao Midiamax que o objetivo é a prevenção. “Levar as medidas de orientação para a população, conversando e entregando panfletos sobre a Covid-19 e instruindo em um primeiro momento se der positivo [o teste rápido]”, disse.

Um passageiro, Alexandro Serapaya, de 34 anos, comentou que desceu do ônibus e logo foi abordado pela equipe. Ele disse que é importante a ação para conscientizar todos sobre os riscos do vírus e que os testes ajudam a quem não tem as condições de pagar para realizar.

“Fiz o exame porque estava com um incômodo respiratório e deu negativo. Me senti mais aliviado porque tenho crianças em casa”, finalizou.

Jornal Midiamax