Cotidiano

Ônibus do ‘teste coronavírus’ é alívio para quem tem sintomas da doença nas Moreninhas

Em seu primeiro dia de atendimento, o ônibus itinerante da Blitz Covid-19 atendeu os moradores da região do Bairro Moreninhas nesta segunda-feira (20). Com os sintomas da doença, a população se sentiu aliviada com a possibilidade de realizar o exame sem se deslocar do bairro. Conforme a auditora da Vigilância Sanitária, Neiva Kaspary, explicou que […]

Mariane Chianezi Publicado em 20/07/2020, às 15h46 - Atualizado em 21/07/2020, às 09h24

Ação itinerante começou na segunda-feira. (Leonardo de França)
Ação itinerante começou na segunda-feira. (Leonardo de França) - Ação itinerante começou na segunda-feira. (Leonardo de França)

Em seu primeiro dia de atendimento, o ônibus itinerante da Blitz Covid-19 atendeu os moradores da região do Bairro Moreninhas nesta segunda-feira (20). Com os sintomas da doença, a população se sentiu aliviada com a possibilidade de realizar o exame sem se deslocar do bairro.

Ônibus do 'teste coronavírus' é alívio para quem tem sintomas da doença nas Moreninhas
Neiva Kaspary | Foto: Leonardo de França

Conforme a auditora da Vigilância Sanitária, Neiva Kaspary, explicou que na fila, os pacientes passam por uma pré-triagem para avaliar se precisam prosseguir com a testagem.

“Na fila, a pessoa é atendida por agentes da Vigilância Sanitária. O agente faz a orientação, pergunta sobre o estado de saúde e faz a aferição de temperatura. Se a pessoa se encaixar nos critérios [de contágio], ela passa para a segunda triagem”, disse.

Na segunda triagem, o paciente é atendimento por enfermeiros para verificar se deverá realizar o exame ou não. O resultado do teste leva cerca de 10 minutos para ficar pronto.

“Se der negativo, orientamos para continuar com as medidas de biossegurança e também alertamos para um falso negativo. Se os sintomas permanecerem por mais uma semana, recomendamos que a pessoa faça outro exame. Se der positivo, recomendamos o isolamento ou se o estado de saúde se agravar, que procure uma unidade de saúde”, relatou Kaspary.

Facilidade no atendimento

O maior relato dos moradores foi a facilidade de não precisar sair do bairro para poder testar o vírus, além da agilidade em saber se está ou não com a doença.

Ônibus do 'teste coronavírus' é alívio para quem tem sintomas da doença nas Moreninhas
Pamella e a avó | Foto: Leonardo de França

Pâmella de Oliveira, de 30 anos, levou a avó, de 69 anos, para fazer o exame pois a idosa estava com os sintomas do coronavírus há alguns dias. “Facilitou bastante ter vindo ao bairro. Principalmente se o número de ônibus do transporte público está reduzido”, explicou.

Sem o paladar há duas semanas, a artesã Margarida de Almeida, de 62 anos, também reclamava de dores na garganta e decidiu procurar a testagem. “Eu nunca tive programas de garganta e esse atendimento é uma coisa boa para a gente”, relatou.

Terminando de realizar o teste, com resultado negativo para a Covid-19, Lélia Lopes, de 63 anos, disse que está aliviada com a doença descartada. “Estou alegre porque não estou doente. Porocurei o atendimento porque tive gripe e fiquei com medo de que fosse a Covid. Muito bom ter esse serviço porque ficamos despreocupados”, disse.

O ônibus da Blitz Covid-19 ficará nas moreninhas até às 17h e na terça-feira (21) estará em outro bairro.

Ônibus do 'teste coronavírus' é alívio para quem tem sintomas da doença nas Moreninhas
Foto: Leonardo de França
Jornal Midiamax