Cotidiano

“Não precisa ir todo mundo amanhã”, recomenda superintendente sobre vacina contra gripe

Devido a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, a Campanha de Vacinação contra a Influenza foi adiantada e começa na próxima terça-feira (24). “Não precisa ir todo mundo amanhã”, orienta a superintendente da Vigilância da Saúde, Veruska Lahdo. Segundo Veruska, a estratégia utilizada pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e pela prefeitura, de mobilizar farmácias […]

Dândara Genelhú Publicado em 23/03/2020, às 16h57 - Atualizado às 16h59

Foto: Reprodução.
Foto: Reprodução. - Foto: Reprodução.

Devido a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, a Campanha de Vacinação contra a Influenza foi adiantada e começa na próxima terça-feira (24). “Não precisa ir todo mundo amanhã”, orienta a superintendente da Vigilância da Saúde, Veruska Lahdo.

Segundo Veruska, a estratégia utilizada pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e pela prefeitura, de mobilizar farmácias privadas para pontos de vacinação, é para evitar as aglomerações. “Vamos fazer assim para que essas pessoas evitem ir aos postos de saúde e sejam expostos a algum risco”, explica.

A primeira fase da vacinação é apenas para idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde, que são grupos de risco. As vacinas são gratuitas e podem ser encontradas em farmácias de todas as regiões de Campo Grande. Os profissionais de saúde podem procurar uma das 71 unidades de saúde para serem vacinados.

A superintendente lembra que as vacinações acontecerão até o dia 15 de abril. “Se foi na farmácia e viu que tinha muito gente, espero um pouco antes de entrar, temos um bom tempo para todas as pessoas serem vacinadas sem aglomerações, temos que vacinar mas evitar aglomerações”.

Para quem estiver nas filas, a recomendação é manter distância mínima de 1,5 metro das pessoas. A campanha foi adiantada para evitar que o setor de saúde fique sobrecarregado de casos deste tipo de doença, que podem ser evitados com a vacina.

“A vacina de influenza não garante imunidade contra o coronavírus, mas previne contra a Influenza, que só no ano passado levou a óbito 28 pessoas em Campo Grande”, ressalta a superintendente. Veruska comenta que a campanha será realizada em três fases. “os públicos foram divididos para evitar as aglomerações, já que estamos em tempos de coronavírus, começamos pelos grupos que possuem mais risco de serem infectados”.

Fases da vacinação contra Influenza

1ª Fase

24 de março até 15 de abril – Idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde.

2ª Fase

16 de abril até 8 de maio – Professores da rede pública e privada e profissionais da área de segurança pública.

3ª Fase

9 de maio até 23 de maio – Gestantes, crianças e pessoas de 55 a 59 anos.

Dúvidas podem ser tiradas pelo telefone 2020-1580.

Confira os pontos e farmácias com vacinas disponíveis, clicando aqui.

Jornal Midiamax