Cotidiano

MS mantém isolamento acima de 47% e fica com 9ª melhor taxa do país no sábado

A taxa de isolamento social ficou em 47,1% em Mato Grosso do Sul no sábado (26), conforme monitoramento da InLoco. Assim, o Estado ficou com o 9º melhor índice do país. Em primeiro ficou Rondônia, com 53,56%, seguido por Amazonas (51,4%) e Acre (50,92%). Esses foram os únicos a registra número superior a 50%. Por […]

Gabriel Maymone Publicado em 27/12/2020, às 12h02 - Atualizado às 22h50

Mato Grosso do Sul teve sábado com maior taxa de isolamento social desde abril. (Foto: Leonardo de França, Midiamax)
Mato Grosso do Sul teve sábado com maior taxa de isolamento social desde abril. (Foto: Leonardo de França, Midiamax) - Mato Grosso do Sul teve sábado com maior taxa de isolamento social desde abril. (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

A taxa de isolamento social ficou em 47,1% em Mato Grosso do Sul no sábado (26), conforme monitoramento da InLoco. Assim, o Estado ficou com o 9º melhor índice do país. Em primeiro ficou Rondônia, com 53,56%, seguido por Amazonas (51,4%) e Acre (50,92%). Esses foram os únicos a registra número superior a 50%.

Por ser um sábado um dia após o Natal, o isolamento apresentou melhora em relação ao sábado anterior, por exemplo, quando o índice ficou em 39,6%, que é a média dos últimos sábados. No dia 5, por exemplo, a taxa de pessoas em casa foi de 32%.

A última vez que um sábado registrou isolamento tão alto foi no dia 4 de abril, ainda no início da pandemia, quando o índice ficou em 47,9%.

MS mantém isolamento acima de 47% e fica com 9ª melhor taxa do país no sábado

Isolamento ainda longe do ideal

Entretanto, os números ainda não são considerados suficientes para amenizar a disseminação do coronavírus. O boletim epidemiológico divulgado ontem pelo governo do Estado mostra que a taxa de transmissão está em 1,15. Vale ressaltar que valores acima de 1 são considerados altos e fora de controle.

OMS (Organização Mundial de Saúde) preconiza que o ideal é que o isolamento fique em 70%. Por isso, medidas como restrições de serviços e até lockdowns estão sendo aderidas por vários países.

Jornal Midiamax