Cotidiano

Com 2 mortes, MS atinge 80 casos e coronavírus já chegou a todas as regiões do Estado

Com máscaras pela primeira vez nas transmissões ao vivo, o secretário Estadual de Saúde Geraldo Resende, o secretário de Governo Eduardo Riedel e a secretária adjunta Cristina Maymone apresentaram os dados do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (7), que chegou a 80 casos confirmados e dois óbitos. Com um aumento de […]

Evelin Cáceres Publicado em 07/04/2020, às 11h11 - Atualizado em 08/04/2020, às 08h34

Máscaras passam a ser recomendadas ao sair de casa | Foto: Marcos Ermínio | Jornal Midiamax
Máscaras passam a ser recomendadas ao sair de casa | Foto: Marcos Ermínio | Jornal Midiamax - Máscaras passam a ser recomendadas ao sair de casa | Foto: Marcos Ermínio | Jornal Midiamax

Com máscaras pela primeira vez nas transmissões ao vivo, o secretário Estadual de Saúde Geraldo Resende, o secretário de Governo Eduardo Riedel e a secretária adjunta Cristina Maymone apresentaram os dados do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (7), que chegou a 80 casos confirmados e dois óbitos.

Com um aumento de 14 casos desde a segunda, o Estado tem agora casos de Covid-19 em todas as quatro macrorregiões de Saúde do Estado. São 48 casos em Campo Grande, 9 em Nova Andradina, 6 em Batayporã, 6 em Dourados, 3 em Três Lagoas, 2 em Chapadão do Sul e um caso em cada uma das cidades: Corumbá, Sidrolândia, Ponta Porã, Sonora, Alcinópolis e Rio Verde de Mato Grosso.

Ao todo, são 753 casos notificados, 26 em investigação, 635 descartados, 12 excluídos e duas mortes. 29 pessoas estão em isolamento domiciliar no Estado, sendo que 33 finalizaram a quarentena, 16 permanecem internados, cinco em leitos do SUS e 11 em clínicas privadas.

A maior quantidade de casos ainda é em mulheres no Estado, sendo 56% dos pacientes e a maior quantidade de casos são em pessoas entre 30 e 39 anos.

Com 2 mortes, MS atinge 80 casos e coronavírus já chegou a todas as regiões do Estado
Casos por idade em MS

Resende afirmou em coletiva que MS é o segundo pior Estado do país em termos de isolamento, perdendo apenas para o Tocantins. “Tem muitas pessoas nas ruas e o Estado nesta posição é extremamente vergonhoso. Volto a pedir para que as pessoas evitem andar nas ruas e saiam apenas para o necessário”, disse.

Mesmo ainda sem decreto do governo estadual, existe recomendação do Ministério da Saúde para que as pessoas só saiam de casa de máscaras. Até mesmo as caseiras são eficientes. O Jornal Midiamax mostrou como fazer uma aqui.

Jornal Midiamax