Cotidiano

Morre aos 52 anos Nicanor Coelho, jornalista de Dourados

Morreu na tarde desta quinta-feira (17), em Dourados, distante 225 quilômetros de Campo Grande, o jornalista Nicanor Coelho, aos 52 anos. Segundo apurado pelo Jornal Midiamax, o profissional morreu vítima de infarto. De acordo com as primeiras informações, o jornalista passou mal enquanto dirigia por volta das 15 horas, foi socorrido por equipe do Samu […]

Aliny Mary Dias Publicado em 17/12/2020, às 15h45 - Atualizado em 18/12/2020, às 07h31

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal - Foto: Arquivo Pessoal

Morreu na tarde desta quinta-feira (17), em Dourados, distante 225 quilômetros de Campo Grande, o jornalista Nicanor Coelho, aos 52 anos. Segundo apurado pelo Jornal Midiamax, o profissional morreu vítima de infarto.

De acordo com as primeiras informações, o jornalista passou mal enquanto dirigia por volta das 15 horas, foi socorrido por equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) próximo da Escola Estadual Presidente Vargas, onde parou para pedir ajuda, no Centro de Dourados.

Ele foi encaminhado até hospital da cidade, mas não resistiu. Segundo socorristas, o jornalista foi vítima de um infarto fulminante. 

Atuante em Dourados, Nicanor já foi correspondente do Jornal Midiamax, que possui sucursal na cidade. Conhecido por coberturas como da Operação Uragano, desencadeada pela Polícia Federal para combater corrupção no Estado, Nicanor também era autor de vários livros e responsável pela revista Arandu.

Atualmente, o jornalista trabalhava na equipe de comunicação na prefeitura de Dourados.

Jornal Midiamax