Cotidiano

Moradores denunciam corte de jacarandá na Vila Ipiranga e multa pode chegar a R$ 8,7 mil

Querido pelos moradores da Vila Ipiranga, um pé de jacarandá foi cortado nesta segunda-feira (5) e deixou a vizinhança “de luto”. Anos após garantir sombra e render lindas fotos quando floria, a árvore teria sido cortada ilegalmente e Prefeitura Municipal informou que irá investigar o ocorrido. A multa para a poda sem autorização pode chegar […]

Mariane Chianezi Publicado em 06/10/2020, às 15h00 - Atualizado em 07/10/2020, às 09h53

Jacarandá era querido pelos moradores, devido à sombra que proporcionava e pelas linhas fotos que rendia quando floria | Foto: de leitor, Midiamax
Jacarandá era querido pelos moradores, devido à sombra que proporcionava e pelas linhas fotos que rendia quando floria | Foto: de leitor, Midiamax - Jacarandá era querido pelos moradores, devido à sombra que proporcionava e pelas linhas fotos que rendia quando floria | Foto: de leitor, Midiamax

Querido pelos moradores da Vila Ipiranga, um pé de jacarandá foi cortado nesta segunda-feira (5) e deixou a vizinhança “de luto”. Anos após garantir sombra e render lindas fotos quando floria, a árvore teria sido cortada ilegalmente e Prefeitura Municipal informou que irá investigar o ocorrido. A multa para a poda sem autorização pode chegar até R$ 8 mil.

Conforme morador, a árvore estava localizada na Rua do Boticário, próximo a uma clínica e nesta segunda-feira, os pacientes que chegavam comentavam sobre a ausência do jacarandá. “É muito triste ver isso acontecendo. As pessoas chegam e perguntam ‘cadê aquela árvore enorme que tinha ali?’, porque ela dava uma sombra muito boa e refrescava do sol. Agora não tem mais nada”, disse.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura Municipal, que explicou não ter nenhuma autorização recente na Semadur (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana) para corte de árvore naquele endereço. Por fim, o município disse que agentes irão ao local fiscalizar e, caso seja comprovado a irregularidade do corte, responsável pode pagar multa de R$ 2,3 mil a R$ 8,7 mil.

“A Semadur informa que não consta Autorização por parte fiscal para a remoção da referida árvore no endereço denunciado, portanto, será encaminhada fiscalização no local e o responsável será Autuado (multado) de acordo com o Plano Diretor de Arborização Urbana, a multa neste caso varia entre R$ 2.351,45 e 8.734,45. Destacamos que denúncias sobre podas ou remoções sem autorização podem ser protocoladas via 156 de forma anônima”, disse prefeitura em nota.

Jornal Midiamax