Cotidiano

Médico de Campo Grande morre vítima de coronavírus; primeiro caso na Sesau

O médico clínico Amílcar Pelini faleceu por decorrências do novo coronavírus nesta terça-feira (22), em Campo Grande. Conforme a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Amílcar foi o primeiro médico a atuar nas unidades da rede a ser vítima da doença. “Neste momento de tristeza, prestamos nossa solidariedade e nossas condolências aos familiares e aos amigos. […]

Renata Fontoura Publicado em 23/12/2020, às 09h45 - Atualizado em 24/12/2020, às 08h06

Sede da Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande. (Foto: Divulgação)
Sede da Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande. (Foto: Divulgação) - Sede da Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande. (Foto: Divulgação)

O médico clínico Amílcar Pelini faleceu por decorrências do novo coronavírus nesta terça-feira (22), em Campo Grande. Conforme a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Amílcar foi o primeiro médico a atuar nas unidades da rede a ser vítima da doença.

“Neste momento de tristeza, prestamos nossa solidariedade e nossas condolências aos familiares e aos amigos. Dr. Amílcar deixa um legado de bons exemplos e será sempre lembrado por sua dedicação e carinho com pacientes e colegas de trabalho e sobretudo por sua vocação para a medicina”, diz a nota divulgada nas redes sociais.

De acordo com o último boletim epidemiológico da secretaria, Campo Grande registrou 13 mortes nas últimas 24 horas. Já são 959 mortes causadas pelo vírus na Capital desde o início da pandemia, com 56.816 casos confirmados.

Jornal Midiamax