Cotidiano

Marquinhos lamenta redução de isolamento social e ameaça ampliar Toque de Recolher

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) lamentou neste sábado (11), a redução do isolamento social em Campo Grande durante o feriado. Pelo crescimento no número de flagrantes de pessoas nas ruas e comércios abertos, ele voltou a avisar que pode retornar para às 20h o início do Toque de Recolher na cidade. Durante a live na […]

Karina Campos Publicado em 11/04/2020, às 17h58 - Atualizado em 12/04/2020, às 11h02

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução - Foto: Reprodução

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) lamentou neste sábado (11), a redução do isolamento social em Campo Grande durante o feriado. Pelo crescimento no número de flagrantes de pessoas nas ruas e comércios abertos, ele voltou a avisar que pode retornar para às 20h o início do Toque de Recolher na cidade.

Durante a live na rede social, Marquinhos disse que recebeu o balanço da fiscalização desta Sexta-Feira Santa. A taxa média de isolamento na Capital nas ultimas semanas foi de  53.8%. As piores cidades do Estado que não estão respeitando a recomendação são: Costa Rica (48,8%), Nova Alvorada do Sul (49%), Rio Verde de Mato Grosso (50,4%), Coronel Sapucaia (50,5%), e Três Lagoas (52,2%).

“Tivemos um dos maiores números de ocorrências no Toque de Recolher ontem. As pessoas estão saindo mais sem necessidade. São ocorrências que nos desagradam. Colocam em risco sua própria vida e a vida de pessoas próximas. Vamos monitorar o Toque nesses próximos três dias. Se continuar desobedecendo, continuar desrespeitando as regras, não terá outra alternativa a não ser voltar para às 20h”, afirmou.

Marquinhos pediu para população ficar em casa, pois o número de casos de coronavírus está aumentando de forma preocupante.

Jornal Midiamax