Cotidiano

Pai acusa mãe de queimar as mãos da filha após ela pegar achocolatado na geladeira

Uma criança de cinco anos de idade teve as mãos queimadas após abrir a geladeira para pegar um achocolatado. O caso ocorreu em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, e chegou ao conhecimento da polícia através do pai da criança nesta quarta-feira (26). A mãe é acusada pelos maus-tratos e o caso é apurado. […]

Dayene Paz Publicado em 27/08/2020, às 08h18 - Atualizado às 14h35

Criança teve as duas mãos queimadas. Imagem: Divulgação
Criança teve as duas mãos queimadas. Imagem: Divulgação - Criança teve as duas mãos queimadas. Imagem: Divulgação

Uma criança de cinco anos de idade teve as mãos queimadas após abrir a geladeira para pegar um achocolatado. O caso ocorreu em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, e chegou ao conhecimento da polícia através do pai da criança nesta quarta-feira (26). A mãe é acusada pelos maus-tratos e o caso é apurado.

O ‘castigo’ teria ocorrido há alguns dias. Ao tomar conhecimento dos maus-tratos, o pai procurou a delegacia e contou que está separado da mãe da criança, que tem a guarda. Conforme o relato, ele costuma visitá-la aos finais de semana, mas há alguns dias não via a filha por conta de uma suposta viagem da ex-companheira.

No entanto, a atual companheira teria visto a menina com as mãos enfaixadas e contou ao homem, que ao ver a filha, se deparou com as queimaduras. Neste momento, a menina teria relatado que foi “castigada” por tentar pegar um achocolatado na geladeira.

O pai questionou a ex-companheira. Ela afirmou que a menina teria colocado a mão da brasa de uma churrasqueira, mas foi desmentida pela própria criança, que explicou ao pai que a mãe teria esquentado um garfo para queimar as mãos da menina. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax