Cotidiano

Integra UFMS 2020 inicia nesta semana

O maior evento de Ciência, Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo de Mato Grosso do Sul, o Integra UFMS será realizado entre os dias 5 e 9 de outubro. São 1.113 trabalhos técnicos, científicos, culturais, artísticos e de inovação aprovados e desenvolvidos por estudantes dos cursos de graduação e pós-graduação da UFMS. “Os trabalhos estão distribuídos por […]

Diego Alves Publicado em 04/10/2020, às 14h20

(Foto: Marcos Ermínio)
(Foto: Marcos Ermínio) - (Foto: Marcos Ermínio)

O maior evento de Ciência, Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo de Mato Grosso do Sul, o Integra UFMS será realizado entre os dias 5 e 9 de outubro. São 1.113 trabalhos técnicos, científicos, culturais, artísticos e de inovação aprovados e desenvolvidos por estudantes dos cursos de graduação e pós-graduação da UFMS.

“Os trabalhos estão distribuídos por áreas de conhecimento e o resumo e o vídeo da apresentação estarão disponíveis para visualização na página do evento a partir do dia 5”, destaca a coordenadora.

Em razão da pandemia da Covid-19, a Universidade optou pelo formato virtual. Além da apresentação de trabalhos, estão programadas lives. “Não só a comunidade acadêmica, mas todos os interessados nos temas podem assistir às lives. Basta acessar os links que estarão disponíveis no site integra.ufms.br até 2 de outubro. Não é necessária inscrição prévia. Quem participar da live e assinar a lista de presença terá direito ao certificado”, explica a coordenadora Luciana Montera. As transmissões serão feitas pelo canal da TV UFMS no YouTube e na página da UFMS no Facebook.

O cientista Marcos Eberlin foi convidado para a conferência de abertura que será no dia 5, às 10h. Ele falará sobre a viabilidade da evolução à luz da química. Eberlin é químico e pesquisador da Universidade Estadual de Campinas onde fundou e coordenou, por 25 anos, o Laboratório ThoMSon de Espectrometria de Massas. Ele também é professor e coordenador do Centro de Pesquisas em Ciências, Fé e Sociedade – Discovery-Mackenzie – da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Desde 2002, é membro da Academia Brasileira de Ciência e, em 2005, foi nomeado Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico. Recebeu em 2002 o Prêmio Acadêmico Zeferino Vaz, em 2008, o Prêmio Scopus-Capes por excelência em publicações, e, em 2016, a Medalha Thomson (2016) da Sociedade Internacional de Espectrometria de Massa (IMSF), a maior honraria conferida a espectrometristas de massas. Marcos é defensor e divulgador da Teoria do Design Inteligente e autor do livro Fomos planejados: a maior descoberta científica de todos os tempos.

As lives científicas serão realizadas sempre às 10 horas, durante toda a semana. No dia 6, o tema é Ensino remoto e será abordado pelo secretário especial de Educação a Distância da UFMS, Hércules da Costa Sandim e pelos pró-reitores de Graduação Ruy Alberto Caetano Corrêa Filho, de Pesquisa e Pós-graduação Nalvo Franco de Almeida Jr.; e Assuntos Estudantis Ana Rita Barbieri. Já no dia 7, será discutida a cultura empreendedora na UFMS e o movimento de empresas juniores. Queimadas em áreas úmidas: consequências e ações de enfrentamento é o tema discutido no dia 8, por diversos pesquisadores da UFMS. No dia 9, estudantes de graduação e pós-graduação e pesquisadores falarão sobre a Internacionalização na UFMS.

Serão transmitidas três apresentações culturais. No dia 6, o grupo Los Pantaneros realiza live sobre atividade circense na Universidade. O grupo é coordenado pelo professor Rogerio Zaim Mello. Entre música, poesia e imagens: sinais do belo na Europa do século 19 é o tema da live cultural do dia 8, que contará com a participação do pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte e professor do curso de Música Marcelo Fernandes na guitarra e do professor da Faculdade de Artes, Letras e Comunicação Geraldo Vicente na declamação. Ainda será realizado recital de violoncelo pelo professor do curso de Música William Teixeira, no dia 9. As apresentações culturais serão transmitidas sempre às 18h.

Para conferir a programação completa, basta acessar o site do Integra UFMS 2020.

Premiação

Neste ano, foram aprovados 787 trabalhos ligados à pesquisa; 193 relacionados às ações de extensão, cultura e esporte; 117 ligados aos projetos de ensino, pet e ligas acadêmica; e 16 na área de inovação. Uma comissão de avaliadores, composta por cerca de 720 professores do ensino superior e servidores de instituições públicas e privadas de diversas cidades do Brasil, estudantes de pós-graduação e técnicos da UFMS e graduados com experiência extensionista, vai avaliar e escolher os melhores trabalhos. “A avaliação também se dará de forma virtual, a partir da leitura dos resumos e avaliação dos vídeos pelos avaliadores que utilizarão a plataforma Safec”, esclarece Luciana. Os que receberem as melhores notas serão premiados em cerimônia realizada no encerramento do evento e transmitida, às 10h, do dia 10 de outubro. (Informações da assessoria)

Jornal Midiamax