Cotidiano

Governo paraguaio deve comprar vacinas da Rússia e previsão é que doses cheguem em março

O vice-ministro de Paraguai, Julio Mazzoleni, divulgou nesta segunda-feira (28) que o governo deve comprar doses da vacina Sputnik V, da Rússia, para imunizar a população contra a Covid-19, o novo coronavírus. De acordo com o site paraguaio Ultima Hora, as primeiras doses podem chegar no mês de março de 2021 e Mazzoleni teria entrado […]

Karina Campos Publicado em 28/12/2020, às 17h47 - Atualizado às 18h53

 (Foto: Ilustrativa)
(Foto: Ilustrativa) - (Foto: Ilustrativa)

O vice-ministro de Paraguai, Julio Mazzoleni, divulgou nesta segunda-feira (28) que o governo deve comprar doses da vacina Sputnik V, da Rússia, para imunizar a população contra a Covid-19, o novo coronavírus.

De acordo com o site paraguaio Ultima Hora, as primeiras doses podem chegar no mês de março de 2021 e Mazzoleni teria entrado em contato diretamente com as autoridades russas para as tratativas da compra. Ainda não há previsão de quantas doses o país vizinho deve adquirir para começar uma campanha de vacinação e quais serão os grupos prioritários.

Conforme o Portal Voz da Cidade Foz do Iguaçu, a Argentina deve comprar as primeiras 5,2 mil doses da vacina também da Rússia. O ministro da Saúde, Oscar Alarcón, disse que, a princípio, devem ser vacinados na primeira remessa os profissionais da saúde que estão atuando na linha de frente em combate ao coronavírus. O país também tem negociações para receber a vacina ChAdOx1-S nCov-19 desenvolvida

Jornal Midiamax