Cotidiano

Governo decreta luto de 3 dias pela morte de ex-prefeito de Amambai

O Governo do Estado emitiu nota de pesar após o falecimento do ex-prefeito de Amambai, Dirceu Lanzarini, morto após sofrer um atentado nesta segunda-feira (24) em sua fazenda, em Amambai. Luto de 3 dias foi decretado. Em nota, o Governo afirmou lamentar a morte e relembrou a trajetória profissional e política de Lanzarini. Dirceu chegou […]

Mariane Chianezi Publicado em 24/02/2020, às 17h37 - Atualizado em 15/07/2020, às 04h12

Dirceu foi socorrido inconsciente. (A Gazeta News)
Dirceu foi socorrido inconsciente. (A Gazeta News) - Dirceu foi socorrido inconsciente. (A Gazeta News)

O Governo do Estado emitiu nota de pesar após o falecimento do ex-prefeito de Amambai, Dirceu Lanzarini, morto após sofrer um atentado nesta segunda-feira (24) em sua fazenda, em Amambai. Luto de 3 dias foi decretado.

Em nota, o Governo afirmou lamentar a morte e relembrou a trajetória profissional e política de Lanzarini.

Dirceu chegou a ocupar cargo de assessor especial no Escritório de Gestão Política de Mato Grosso do Sul, nomeado em 2018. Além disso, ele trabalhou na Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural).

Prefeito por três mandatos e liderança na região do Conesul

Dirceu Luiz Lanzarini era natural de São Paulo (SP), nascido no dia 30 de novembro de 1957. Casado e com duas filhas, ele declarou na última eleição que disputou, em 2014, para deputado estadual pelo PR, ser produtor agropecuário. Nesse pleito, ele foi o 37ª mais votado, recebendo 9.807 votos e ficando como suplente.

Antes disso, Lanzarini também concorreu ao cargo de deputado estadual em 2006, pelo PL (denominação a qual o PR voltou a ser chamado atualmente). Ele também ficou como suplente nessa eleição, tendo recebido 24.967 votos – atrás dos correligionários da época, Londres Machado, Paulo Correa e Antônio Carlos Arroyo.

Conhecida liderança da região do Conesul do Estado, Dirceu foi também prefeito de Amambai em três mandatos. Eleito em 1996, assumiu o cargo em 1º de janeiro de 1997, sendo reeleito em 2000, ficando no posto até 31 de dezembro de 2004. Confira a trajetória completa de Dirceu Lanzarini em nossa reportagem clicando aqui.

Jornal Midiamax