Cotidiano

Golpes na internet: Confira dicas que podem evitar dores de cabeça

A compra em plataformas digitais se tornou uma atitude cada vez mais comum nos consumidores brasileiros. Por outro lado, existe a dor de cabeça com o receio da clonagem com cartões e até propriamente o Whatsapp que serviram para que as pessoas tenham maior atenção na hora de negociar com os vendedores. Por muitas vezes, […]

Vinícius Costa Publicado em 09/02/2020, às 11h41 - Atualizado às 13h16

(Foto: Ilustrativa)
(Foto: Ilustrativa) - (Foto: Ilustrativa)

A compra em plataformas digitais se tornou uma atitude cada vez mais comum nos consumidores brasileiros. Por outro lado, existe a dor de cabeça com o receio da clonagem com cartões e até propriamente o Whatsapp que serviram para que as pessoas tenham maior atenção na hora de negociar com os vendedores.

Por muitas vezes, o Jornal Midiamax publicou matérias indicando a quantidade de pessoas que foram vítimas da clonagem do aplicativo e que perderam dinheiro com algumas mensagens. No mais, os golpes acontecem em suma maioria nas plataformas digitais que servem para compra e venda de produtos.

A OLX, uma das plataformas mais conhecidas da internet, explicou que segue investindo na tecnologia de aprimoramento da relação com seus usuários – seja comprador ou negociador. Além disso, a empresa segue direcionando comunicados informando seus clientes sobre as melhores práticas de negociação na própria plataforma.

“A atividade da empresa consiste na disponibilização de espaço para que usuários possam anunciar e encontrar produtos e serviços de forma rápida e simples”, exemplificou à reportagem. Entretanto, a empresa ressalta que não faz intermediação ou participa de qualquer transação.

Dicas para o vendedor

A OLX preza pela confiança de seus anunciantes e por isso, segue à risca certas dicas para que os vendedores sempre tenham uma melhor segurança na hora de vender seus produtos. Por isso, a reportagem separou algumas dicas que podem facilitar a venda e gerar menos preocupação como golpes, clonagens e etc.

A primeira delas é buscar informações com o comprador. Neste momento, é preciso que busque o nome com o sobrenome, lugar onde trabalha, telefone e demais aspectos que possam ter mais informações para identificar a pessoa e ter o maior conhecimento sobre ela.

Transferência? Nadinha. A OLX orienta que não se deposite ou realize transferência de valores antes que receba o produto. As formas de pagamento também são atribuídas nessa lista e é bom ficar esperto com os cheques, transferências bancárias, depósito em caixa bancário e pagamento em dinheiro.

Comprar carro é preciso ter atenção

A maioria das dicas também se adequá aos compradores de carros, onde é muito comum o golpe acontecer pela má prestação do serviço ou até mesmo, do veículo vir com algum defeito, algum documento não estar dentro da lei, entre outros.

A OLX destaca que é preciso desconfiar para saber se o veículo está em perfeito estado e com valores muito abaixo do mercado. Verificar também se todos os acessórios anunciados estão inclusos no carro.

Saber se o veículo está no nome do vendedor também é um método importante para não cair em um possível golpe. Peça ao proprietário dados do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), que é como se fosse o CPF, RG, Certidão de Nascimento e Óbito do veículo e vem impresso no CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), emitido pelo Detran.

Denúncias

As denúncias são pouco vistas ou divulgadas, mas a plataforma segue uma cartilha para ajudar os consumidores por meio de um botão de denúncias nos anúncios que surgem ao longo do que a pessoa procura.

Este botão serve para que o consumidor possa denunciar eventuais práticas irregulares ou conteúdos indevidos. “Nestes casos, a empresa consegue deletar o anúncio e banir o usuário da plataforma”.

Jornal Midiamax