Cotidiano

Frigorífico em Nova Andradina assina acordo com MPT-MS com medidas de biossegurança

Por conta do aumento de casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul, frigorífico em Nova Andradina, distante 296quilômetros de Campo Grande, assinou acordo com novos ajustes de conduta com o (MPT-MS) Ministério Público do Trabalho do estado, com medidas para evitar o contágio da doença e os funcionários possa trabalhar em segurança. Como o […]

Carolina Rocha Publicado em 11/12/2020, às 17h29

None

Por conta do aumento de casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul, frigorífico em Nova Andradina, distante 296quilômetros de Campo Grande, assinou acordo com novos ajustes de conduta com o (MPT-MS) Ministério Público do Trabalho do estado, com medidas para evitar o contágio da doença e os funcionários possa trabalhar em segurança.

Como o município se encontra na região de Dourados, onde já foi epicentro da doença em Mato Grosso do Sul e acumulou 10.929 casos da doenças e 130 óbitos. De um dia para o outro, foram 92 casos confirmados na localidade.

No acordo assinado pelo frigorífico Naturafrig Alimentos Ltda, prevê 42 itens de contenção e prevenção do contágio da doença. Por exemplo, uma redução no fluxo de pessoas, isolamento dos trabalhadores com sintomas, mesmo sem diagnóstico confirmado.

Também será necessário reorganizar e escalonar os horários de entradas e saídas à unidade e ao interior dos vestiários e refeitórios, evitando aglomerações de trabalhadores. A empresa deve fiscalizar o distanciamento de 1,5 metro um do outro e fornecer máscaras faciais. Apenas no setor produtivos a distância entre cada um deve ser de 1 metro, mas também devem ser fornecidos anteparos mais protetivos.

No transporte, dever ter a capacidade 50% dos passageiros sentados, garantindo a circulação com janelas abertas. Diversos outras medidas foram assinadas e caso sejam descumpridas serão aplicadas penalidades.

Jornal Midiamax