Cotidiano

Força-tarefa se soma a Bombeiros em 3º dia de buscas por menino que sumiu em rio de Campo Grande

O terceiro dia de buscas pelo menino de 8 anos que desapareceu no rio Anhanduí, no Jardim Ouro Preto, durante o temporal da última sexta-feira (4), conta com força-tarefa de parentes e vizinhos, que tentam a todo custo encontrar a criança. Equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros retomaram as buscas por volta das 6 […]

Aliny Mary Dias Publicado em 06/12/2020, às 09h08 - Atualizado às 18h28

Estrutura de concreto onde criança foi vista pela última vez (Foto: Danielle Errobidarte, Midiamax)
Estrutura de concreto onde criança foi vista pela última vez (Foto: Danielle Errobidarte, Midiamax) - Estrutura de concreto onde criança foi vista pela última vez (Foto: Danielle Errobidarte, Midiamax)

O terceiro dia de buscas pelo menino de 8 anos que desapareceu no rio Anhanduí, no Jardim Ouro Preto, durante o temporal da última sexta-feira (4), conta com força-tarefa de parentes e vizinhos, que tentam a todo custo encontrar a criança. Equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros retomaram as buscas por volta das 6 horas deste domingo (6) em Campo Grande.

Assim como ocorreu neste sábado, os militares fazem buscas ao longo do percurso do rio, já a alguns quilômetros de distância do ponto onde o garoto foi levado pelas águas. Estrutura de concreto que pode ser vista acima foi o último local onde o menino foi visto por parentes.

Moradores da região afirmam que as duas estruturas de concreto são geralmente usadas pelos moradores para atravessar de uma margem a outra do rio.

Parentes do menino contam que ele, mais 3 irmãos e a mãe visitavam um tio no bairro, na sexta-feira. Durante a visita, os meninos pediram ao tio para ir pescar às margens do rio. Com o temporal e o grande volume de chuva que caiu na cidade, o nível da água subiu rapidamente e pegou o tio e as crianças de surpresa. O homem conseguiu salvar os sobrinhos, com exceção do menor de 8 anos, que até agora não foi encontrado.

Força-tarefa se soma a Bombeiros em 3º dia de buscas por menino que sumiu em rio de Campo GrandeDesde a noite da sexta, familiares fazem vigília nas margens do rio. Nesta manhã, vários parentes se reuniram para orar antes de sair em uma nova busca pela criança.

Com o nível do rio em baixa neste domingo, a expectativa é que tanto os militares quanto a força-tarefa voluntária formada por parentes, amigos e vizinhos consigam fazer uma “varredura” em um trecho maior, já que as margens do rio estão mais livres.

Buscas no sábado

Dois bombeiros militares desceram o rio de caiaque enquanto equipe de apoio aguardou em terra durante as buscas deste sábado. Após descerem os 11 quilômetros, os bombeiros retornaram ao ponto inicial com auxílio de outra equipe, que os encontra por terra após descer a BR-060.

As equipes realizaram as buscas com caiaques no córrego desde às 6h da manhã até às 18 horas, sem sucesso em encontrar a criança. Desesperados com a espera, a própria família realizava a procura às margens do local, com auxílio de cordas.

Força-tarefa se soma a Bombeiros em 3º dia de buscas por menino que sumiu em rio de Campo Grande
Tio e sobrinho mais velho foram encontrados, mas criança segue desaparecida (Foto: Leonardo França)

Jornal Midiamax