Um fazendeiro de 69 anos foi multado em R$ 50 mil por degradar mata ciliar próxima ao Rio Salobra, em , a 295 quilômetros de distância de Campo Grande. Proprietário degradou área de preservação ambiental para irrigar plantação de arroz.

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), durante fiscalização no rio, em que a não é permitida, flagraram o crime ambiental na fazenda, localizada à margem da rodovia, na tarde desta segunda-feira (21).

Segundo a polícia, a valeta de dreno é antiga e realizava a limpeza da vegetação regenerada, além de irrigação, também servia de dessedentação de gado, tipo de bebedouro por acumulo de água.

A obra feita pelo engenheiro sem licenciamento ambiental foi interditada, e além de multado, o homem foi autuado por crime ambiental e deve apresentar um plano de recuperação do local na Prada junto ao Imasul ((Instituto de de ).