Cotidiano

‘Enxurrada’ de denúncias deixa linha da Guarda congestionada em Campo Grande

O primeiro fim de semana de ‘meio lockdown’ tem enxurrada de denúncias em Campo Grande. Muitos leitores procuraram a reportagem do Jornal Midiamax para denunciar que não estão conseguindo completar a denúncia. A GCM (Guarda Civil Municipal) informou que as linhas estão congestionadas devido ao grande fluxo de ligações recebidas. Para reforçar a fiscalização neste […]

Gabriel Maymone Publicado em 18/07/2020, às 18h54 - Atualizado às 19h13

Linhas de denúncias estão congestionadas em Campo Grande. (Imagem: Divulgação)
Linhas de denúncias estão congestionadas em Campo Grande. (Imagem: Divulgação) - Linhas de denúncias estão congestionadas em Campo Grande. (Imagem: Divulgação)

O primeiro fim de semana de ‘meio lockdown’ tem enxurrada de denúncias em Campo Grande. Muitos leitores procuraram a reportagem do Jornal Midiamax para denunciar que não estão conseguindo completar a denúncia. A GCM (Guarda Civil Municipal) informou que as linhas estão congestionadas devido ao grande fluxo de ligações recebidas.

Para reforçar a fiscalização neste sábado (18), a GCM mobilizou 75 agentes a mais do que o normal, além de 35 viaturas rodando as sete regiões da cidade. Também, equipes da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) estão empenhadas na força-tarefa.

A mobilização das forças de fiscalização municipal se dá para garantir que as restrições impostas pelo decreto da prefeitura, que proíbe serviços considerados não essenciais de abrir as portas aos fins de semana. A medida visa conter o avanço da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, na cidade.

Além disso, lanchonetes e restaurantes podem funcionar, mas somente com serviço delivery ou permitindo a busca do cliente no local para consumir em casa.

Paciência

A GCM pede que a população tenha paciência e compreensão. São muitas denúncias que acabam não configurando aglomeração. Muitas pessoas solicitam a presença da guarda para reuniões familiares, por exemplo, mas ao chegar no local, os guardas verificam que todos são moradores da casa.

As denúncias podem ser feitas pelo 153 ou pelo 190 da PM (Polícia Militar) que também está colaborando com a fiscalização.

Lojas lacradas

Neste sábado, dois estabelecimentos foram lacrados por violarem o decreto. Em um dos casos, no início da noite, o proprietário se revoltou, rasgou o lacre e desacatou a equipe de fiscalização. Ele foi levado para a delegacia de polícia.

Jornal Midiamax