Cotidiano

Enquanto coronavírus avança por MS, isolamento continua entre os piores do país

Taxa de isolamento social mostra que nenhuma cidade de Mato Grosso do Sul atingiu os 70% recomendado pela Organização Mundial de Saúde.

Gabriel Maymone Publicado em 15/07/2020, às 10h20

None
taxa de isolamento

O levantamento que aponta o índice de isolamento social respeitado pela população indica que, nesta terça-feira (14), nenhum município atingiu taxa recomendada pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Apesar do avanço do coronavírus, que causa a Covid-19, em todo Mato Grosso do Sul, menos de 70% respeita a principal medida para combater o avanço do vírus.

Conforme os dados divulgados nesta quarta-feira (15) pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), os melhore índices registrados foram em Juti (59,6%), Douradina (55,9%) e Laguna Carapã (55,3%). Já os piores índices de isolamento social foram verificados em Batayporã (26,2%), Bodoquena (30,3%) e Sonora (30,4%).

Em Campo Grande, apenas 38,8% respeitaram o isolamento social na data. Apesar do avanço da doença na cidade e do baixo número de leitos disponíveis, a Cidade Morena teve a terceira pior taxa entre as capitais, ficando atrás apenas de Palmas (36,15%) e Goiânia (37,88%).

Na média por estado, Mato Grosso do Sul registrou 39,6% das pessoas em isolamento, sendo o 8º pior índice entre os 27 estados da federação mais Distrito Federal.

Jornal Midiamax