Cotidiano

Enfermeiros de Dourados farão paralisação nesta segunda por falta de pagamentos e EPIs

Os enfermeiros que atuam na saúde de Dourados irão realizar uma paralisação nesta segunda-feira (23). Entre os principais motivos, a categoria alega falta de pagamento de incentivo financeiro e falta de insumos. A paralisação foi programada pelo Sindenf-MS (Sindicato dos Servidores dos Setores de Enfermagem da Grande Dourados), e um oficio protocolado no última dia […]

Gabriel Neves Publicado em 22/11/2020, às 11h18 - Atualizado às 12h04

Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução/Agência Brasil)
Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução/Agência Brasil) - Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução/Agência Brasil)

Os enfermeiros que atuam na saúde de Dourados irão realizar uma paralisação nesta segunda-feira (23). Entre os principais motivos, a categoria alega falta de pagamento de incentivo financeiro e falta de insumos.

A paralisação foi programada pelo Sindenf-MS (Sindicato dos Servidores dos Setores de Enfermagem da Grande Dourados), e um oficio protocolado no última dia 18 de novembro.

O sindicato alega que a paralisação irá ocorrer por conta do descaso da administração municipal com os profissionais da saúde, como enfermeiros, técnicos e profissionais auxiliares.

No oficio é dito que a “Secretaria Municipal de Saúde não cumpriu o acordo firmado com a categoria sobre do incentivo financeiro PMAQ (Programa Nacional de Melhorias do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica) até a folha de pagamento de outubro de 2020”.

A categoria também alega que “busca  a implementação do incentivo imediatamente em folha suplementar”, além de trabalharem com escassez e falta de fornecimento e manutenção de materiais insumos e EPIs nas UBS da cidade.

Um protesto deverá ser realizado das 7h30 às 11h no Centro Administrativo Municipal, onde estão secretarias e o gabinete da prefeita Délia Razuk (sem partido).

Jornal Midiamax