Cotidiano

Em meio à pandemia, bailes clandestinos são registrados na madrugada em Campo Grande

Que a quarentena não está fácil para ninguém, isso todos nós já sabemos, mas ainda sim a maioria reconhece que é algo necessário para conter a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus em Campo Grande. Com 479 casos confirmados da doença e 15 óbitos em MS, o vírus não tem inibido alguns grupos que até […]

Mariane Chianezi Publicado em 16/05/2020, às 09h25 - Atualizado em 17/05/2020, às 09h02

Foto: Reprodução/WhatsApp, Midiamax
Foto: Reprodução/WhatsApp, Midiamax - Foto: Reprodução/WhatsApp, Midiamax

Que a quarentena não está fácil para ninguém, isso todos nós já sabemos, mas ainda sim a maioria reconhece que é algo necessário para conter a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus em Campo Grande. Com 479 casos confirmados da doença e 15 óbitos em MS, o vírus não tem inibido alguns grupos que até promovem bailes funk clandestinos na madrugada.

Neste sábado, uma festa foi registrada por moradores do Jardim Noroeste. De acordo com uma moradora, a festa acontecia até depois da meia noite, atrás da Rua Senador Vergueiro; “Música muito alta, muitas pessoas no local”, disse ao Midiamax.

Do outro lado da cidade, o suposto baile funk acontecia em um ambiente totalmente fechado em chácara localizada na Avenida Nasri Siufi, no Jardim Tarumã. De acordo com informações de leitor, muitos jovens e adultos se aglomeraram em um salão e com música alta e bebida alcoólica, ‘viraram’ a madrugada.

A reportagem entrou em contato com a Guarda Civil Metropolitana para apurar se foi registrado denúncias de festas pela madrugada na Capital e informações seriam verificadas. Os moradores que precisarem denunciar alguma infração ao toque de recolher municipal, que acontece entre às 22h e 5h da manhã do outro dia, deve acionar o 153.

O locatário da chácara também foi contatado, mas até o fechamento desta matéria, não havia se manifestado.

Jornal Midiamax