Cotidiano

Em coxim, comerciante é multado em R$ 10 mil por obra ilegal às margens do Rio Taquari

Na tarde da última terça-feira(15), a PMA (Policia Militar Ambiental)  de Coxim, autuou um comerciante em R$ 10.000,00 pela construção ilegal de um sobrado, em uma APP (Área de Preservação Permanente).  A obra já havia sido embargada em 2018, quando ainda estava em fase inicial. Durante a fiscalização, os policiais identificaram outro infrator, que também […]

Ranziel Oliveira Publicado em 16/09/2020, às 13h17

(Divulgação/PMA)
(Divulgação/PMA) - (Divulgação/PMA)

Na tarde da última terça-feira(15), a PMA (Policia Militar Ambiental)  de Coxim, autuou um comerciante em R$ 10.000,00 pela construção ilegal de um sobrado, em uma APP (Área de Preservação Permanente).  A obra já havia sido embargada em 2018, quando ainda estava em fase inicial. Durante a fiscalização, os policiais identificaram outro infrator, que também desmatou uma área de mata ciliar, as margens do Rio Taquari, segundo informações do site Coxim Agora.

No local, próximo ao Centro de Tradições Nordestinas do município, a equipe identificou o estágio avançado de construção do sobrado, que mesmo embargado em 2018, estava em fase de acabamento e com nova destruição da mata ciliar.

As atividades foram interditadas novamente e o proprietário, um comerciante de 48 anos, morador de Coxim, foi autuado administrativamente e multado em R$ 10 mil pelo descumprimento de embargo.

Durante a vistoria, os policias identificaram irregularidades em uma obra vizinha, medindo 58 m² e sem autorização ambiental. A construção de alvenaria estava a 76 metros do rio, quando o mínimo exigido, é de 100 metro de área de preservação permanente. A obra foi embargada, o proprietário de 58 anos, residente em Coxim, foi autuado administrativamente e  multado em R$ 5.000,00.

Ambos os infratores responderão por crime ambiental, com previsão de pena de um a três anos de detenção. Os autuados ainda foram notificados a apresentar junto ao órgão ambiental estadual um PRADA (Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada)

Jornal Midiamax