Cotidiano

Educadores infantis protestam contra falta de auxiliares

Com as atividades paralisadas nesta segunda-feira (17), os professores dos Ceims (Centros de Educação Infantil de Dourados) estão em frente à Prefeitura para protestarem contra a falta de auxiliares. Segundo eles, o problema pode causar riscos à crianças diante da situação de vulnerabilidade. Os professores também estão distribuindo panfletos explicativos com a finalidade de esc...

Marcos Morandi Publicado em 17/02/2020, às 09h18

Professores querem a contratação de auxiliares. (Foto: Divulgação).
Professores querem a contratação de auxiliares. (Foto: Divulgação). - Professores querem a contratação de auxiliares. (Foto: Divulgação).

Com as atividades paralisadas nesta segunda-feira (17), os professores dos Ceims (Centros de Educação Infantil de Dourados) estão em frente à Prefeitura para protestarem contra a falta de auxiliares. Segundo eles, o problema pode causar riscos à crianças diante da situação de vulnerabilidade.

Os professores também estão distribuindo panfletos explicativos com a finalidade de esclarecer os pais e a sociedade. “Algumas faixas etárias são totalmente dependentes e há também as crianças com necessidades especiais, cada uma com suas especificidades”, diz um trecho do panfleto.

O educadores também comunicam os pais que a partir desta terça-feira as paralisações serão parciais.Segundo o Simted (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Dourados), os Ceims funcionarão das 7h às 9h e das 13h às 15 horas.

Jornal Midiamax