Cotidiano

Drive-thrus devem ampliar testes de coronavírus e mais 15 unidades de saúde vão fazer exames

Novembro foi um mês com recorde de ligações para agendamento de testes de coronavírus em Mato Grosso do Sul. Desde o início da pandemia, foi o mês com maior procura por testes RT-PCR e a agenda está lotada. Uma pessoa que liga nesta quarta-feira (2) para agendar uma testagem, só consegue ser atendida quatro dias […]

Mylena Rocha Publicado em 02/12/2020, às 12h08

(Foto: Saul Schramm, Governo de MS)
(Foto: Saul Schramm, Governo de MS) - (Foto: Saul Schramm, Governo de MS)

Novembro foi um mês com recorde de ligações para agendamento de testes de coronavírus em Mato Grosso do Sul. Desde o início da pandemia, foi o mês com maior procura por testes RT-PCR e a agenda está lotada. Uma pessoa que liga nesta quarta-feira (2) para agendar uma testagem, só consegue ser atendida quatro dias depois. Diante do cenário de aumento de casos, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) busca ampliar testes de Covid-19 em Campo Grande. 

O Coronel Marcello Fraiha do Corpo de Bombeiros, responsável pelos drive-thrus no Estado, explica que os agendados no Disk Covid-19 serão ampliados para atender a demanda. Além disso, mais 15 unidades de saúde passarão a realizar os exames RT-PCR, que são considerados ‘padrão ouro’ para identificar o coronavírus. 

“Temos 12 unidades de saúde e vamos ampliar a capacidade com mais unidades. Estamos verificando a viabilidade de mais 15 unidades de saúde, com um total de 27 unidades. Vamos mais do que dobrar a capacidade de fazer exames RT-PCR em Campo Grande”, diz.

O responsável pelos drive-thrus explica que atualmente um paciente só consegue agendar um exame pelo drive-thru para quatro dias depois. O objetivo é agilizar a realização de exames de coronavírus. “Queremos que a pessoa que ligar hoje consiga esperar no máximo até o dia seguinte”, explica.

O início de uma segunda onda do coronavírus é notável diante do aumento expressivo de casos registrados no último mês. No Disk Covid-19, foi registrado o recorde de ligações. Segundo o coronel Fraiha, houve um aumento de 67% no número de chamadas em comparação com o mês de outubro. “Novembro foi o mês de maior incidência de ligações no Disk Coronavírus, tamanha a elevação dos casos, por falta de comprometimento da população em manter os cuidados, como uso de máscara, evitar aglomerações e higienização das mãos”.

Segundo o coronel, os drive-thrus são responsáveis por 40,7% das notificações de coronavírus no Estado. Quase um terço de todos os casos confirmados foram identificados nos drive-thrus em Mato Grosso do Sul. 

Quando procurar atendimento? 

A secretária adjunta de Saúde Christinne Maymone explica que os pacientes que apresentarem sintomas como febre, coriza e tosse seca devem procurar atendimento. Os testes de coronavírus são realizados nos drive-thrus e nas unidades de saúde capacitadas. 

Maymone orienta que é preciso fazer o exame correto para identificar a doença, ou pode acabar resultando em um falso negativo. “O RT-PCR só pode ser realizado do primeiro ao oitavo dia de sintoma. Se for realizado depois desta data, vai dar falso negativo. Depois desse prazo, faça um teste rápido. Quem vai classificar isso é um profissional de saúde, por isso, se você tiver um sintoma, vá até uma unidade de saúde, o profissional vai solicitar o exame adequado para a data e o sintoma que você tiver”.

O número do Disk Covid-19 é 0800 647 0911.

Jornal Midiamax