Cotidiano

Donos de veículos atingidos por árvores querem processar prefeitura de Dourados

Os primeiros levantamentos feitos pelo Corpo de Bombeiros de Dourados indicam que dez veículos foram atingidos pelas árvores derrubadas tempo temporal que atingiu a cidade na manhã desta terça-feira (26). Diante da proporção dos estragos causados, a prefeitura de Dourados deve receber alguns processos de pedidos de indenização. A proprietária de uma empresa do ramo […]

Marcos Morandi Publicado em 27/10/2020, às 10h15 - Atualizado às 10h24

Veículo estava estacionado em frente à uma clínica. (Foto: Marcos Morandi)
Veículo estava estacionado em frente à uma clínica. (Foto: Marcos Morandi) - Veículo estava estacionado em frente à uma clínica. (Foto: Marcos Morandi)

Os primeiros levantamentos feitos pelo Corpo de Bombeiros de Dourados indicam que dez veículos foram atingidos pelas árvores derrubadas tempo temporal que atingiu a cidade na manhã desta terça-feira (26). Diante da proporção dos estragos causados, a prefeitura de Dourados deve receber alguns processos de pedidos de indenização.

A proprietária de uma empresa do ramo de gráficas rápidas, Sara Ximenes é umas das pessoa que estão dispostas a reclamar os direitos junto ao município. Ele deixou o carro estacionado na rua Antônio de Carvalho, para levar o sogro em uma clínica e foi surpreendida pelo impacto da queda de uma árvore sobre o corsa que também é utilizado para trabalho.

“Se demorasse um pouco mais para sair seriamos atingidos. Olha aí árvore totalmente sem raízes. Esse tipo de coisa poderia muito bem ser evitado. E agora, quem vai arcar com os prejuízos? Vamos ter que ficar adivinhando qual arvore está condenada?”, questionou Sara.

Outro proprietário que preferiu manter o anonimato também não escondeu a indignação. “A gente trabalha. Dá um duro danado e depois tem que arcar com um tipo de prejuízo que foi causado pela inoperância do poder público. Não para reclamar da natureza, mas prefeitura poderia prevenir esse tipo de situação. Vou entrar na Justiça sim.”, reclamou ele.

Segundo o coordenador da Defesa Civil do Município, Ademir Martins a prefeitura tem feito um mapeamento das árvores mais vulneráveis em Dourados, tanto na região central, quantos nos bairros da cidade. Entretanto, segundo ele, esses dados estão diretamente ligados ao um comitê responsável pelo estudo.

A respeito do temporal que atingiu a cidade, Martins informou que diante da demanda de ocorrências, foi organizada uma força-tarefa para acompanhar os estragos e também os trabalhos de remoção das árvores, que devem durar a semana toda.

“Ontem nos conseguimos desobstruir ruas e avenidas em um trabalho que conta com o acompanhamento da Defesa Civil, mas que envolve a Secretaria de Serviços Urbanos, o Corpo de Bombeiros e também o exército”, explica Martins.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, mais de 50 árvores caíram com a tempestade. Conforme ele, apesar dos danos matérias, uma vez que essas quedas provocaram estragos em veículos e oitos residências, ninguém ficou ferido.

Donos de veículos atingidos por árvores querem processar prefeitura de Dourados
Trabalho da força-tarefa.(foto: Defesa Civil)
Jornal Midiamax