Cotidiano

Decisão judicial libera funcionamento de call center com 50% da equipe em Campo Grande

A empresa Brasil Telecom Call Centrer (BTCC) obteve na justiça decisão liminar no plantão judiciário do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que permite à empresa voltar a funcionar após ter sido interditada pela Vigilância Sanitária no último sábado (21). Nesta segunda (23), a empresa está de portas abertas. De acordo com […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 23/03/2020, às 10h35 - Atualizado às 14h00

Empresa alvo de nova fiscalização nesta segunda tem liminar que permite funcionamento | Foto: Marcos Ermínio | Midiamax
Empresa alvo de nova fiscalização nesta segunda tem liminar que permite funcionamento | Foto: Marcos Ermínio | Midiamax - Empresa alvo de nova fiscalização nesta segunda tem liminar que permite funcionamento | Foto: Marcos Ermínio | Midiamax

A empresa Brasil Telecom Call Centrer (BTCC) obteve na justiça decisão liminar no plantão judiciário do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que permite à empresa voltar a funcionar após ter sido interditada pela Vigilância Sanitária no último sábado (21). Nesta segunda (23), a empresa está de portas abertas.

De acordo com a petição inicial, a empresa pede tutela de urgência para a suspensão das autuações e interdições realizadas pelo município. A peça também pede que que o toque de recolher não afete trânsito de funcionários na rota empresa-casa.

Em decisão interlocutória, o juiz plantonista Alexandre Antunes da Silva concedeu parcialmente a tutela de urgência e determinou a suspensão das autuações e das interdições, desde que a empresa funcione com apenas 50% dos funcionários, adotando, também, todas as recomendações no Ministério da Saúde.

Procurado pela reportagem, o prefeito de Campo Grande, MArquinhos Trad (PSD), afirmou que a PGM (Procuradoria Geral do Município) deve recorrer da decisão.

Jornal Midiamax