Cotidiano

Coronavírus: cidade de MS libera mesas em bares, abre parques e autoriza embarques em balneário

Prefeitura de Sonora também liberou crianças e idosos em cultos religiosos e reduziu atividades na barreira sanitária.

Humberto Marques Publicado em 29/08/2020, às 16h11 - Atualizado às 16h14

Barreira sanitária de Sonora deixará de exigir cadastro. (Foto: Eder Pereira/Idest/Reprodução)
Barreira sanitária de Sonora deixará de exigir cadastro. (Foto: Eder Pereira/Idest/Reprodução) - Barreira sanitária de Sonora deixará de exigir cadastro. (Foto: Eder Pereira/Idest/Reprodução)

Com 295 casos positivos de coronavírus e 3 óbitos causados pela doença desde o início da pandemia, Sonora –a 364 km de Campo Grande– deu início à flexibilização de medidas de controle da pandemia. Decreto publicado nesta sexta-feira (28) abriu a barreira sanitária da cidade e os parques e áreas públicas, liberou o consumo em bares e similares e autorizou embarcações em balneário no Rio Correntes.

Segundo informações do Idest, a barreira sanitária da Prefeitura de Sonora fará apenas orientações e controle da temperatura, sem autorizações ou cadastros. Assim, viajantes e moradores não precisarão mais de aval para entrar ou sair da cidade.

Apesar disso, segue proibida a entrada de pessoas de outras cidades com sintomas gripais ou febre. Moradores de Sonora nessas condições poderão entrar na cidade, mas serão imediatamente encaminhados para quarentena e acompanhamento.

Parques e praças estão liberados para a prática de caminhada, ciclismo e exercícios físicos e de lazer. Contudo, a formação de aglomerações será combatida. Crianças e idosos estão autorizados a frequentarem igrejas e templos religiosos, desde que respeitem o distanciamento mínimo de 2 metros.

Bares e conveniências poderão abrir até quatro jogos de mesas, mas serão obrigados a respeitar distanciamento entre elas. O toque de recolher, por sua vez, foi prorrogado, vigendo das 22h às 5h –o sistema delivery ou pegue e leve poderá ser mantido a partir das 22h por estabelecimentos com atividades compatíveis.

Moradores de Sonora poderão voltar ao balneário Pôr do Sol, mas apenas para embarque e desembarque de equipamentos de pesca –a permanência no local e aglomerações seguem proibidas. O uso depende de cadastro e autorização da Prefeitura de Sonora.

Jornal Midiamax