Cotidiano

Confira onde fazer: testes de Covid-19 custam de R$ 110 a R$ 400 em Campo Grande

Quem está com sintomas da Covid-19 e deseja pagar para realizar um dos testes que detectam a presença do novo coronavírus no organismo, pode desembolsar até R$ 400 na Capital. Pesquisa do Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande divulgou, nesta segunda-feira (21), valores e locais onde os três tipos de […]

Danielle Errobidarte Publicado em 21/12/2020, às 18h11 - Atualizado em 23/12/2020, às 08h45

Exame rápido foi o que apresentou maior variação de preços (Foto: Leonardo de França)
Exame rápido foi o que apresentou maior variação de preços (Foto: Leonardo de França) - Exame rápido foi o que apresentou maior variação de preços (Foto: Leonardo de França)

Quem está com sintomas da Covid-19 e deseja pagar para realizar um dos testes que detectam a presença do novo coronavírus no organismo, pode desembolsar até R$ 400 na Capital. Pesquisa do Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande divulgou, nesta segunda-feira (21), valores e locais onde os três tipos de testes disponíveis podem ser encontrados.

O mais caro deles é o Exame RT-PCR, que varia de R$ 280 a R$ 400. O exame de sorologia, por sua vez, custa entre R$ 230 e R$ 350. Já o teste rápido, entre R$ 110 e R$ 350.

Segundo o Procon, a pesquisa mostrou que a variação de preço nos testes rápido é superior a 200%. Ao todo foram procurados 16 estabelecimentos comerciais da Capital, incluindo farmácias, hospitais e laboratórios.

Os outros exames, RT-PCR (conhecido popularmente como “cotonete”), apresentou variação de 43%, enquanto o de sorologia, 52%. Em julho deste ano, a variação encontrada pela mesma pesquisa do órgão, foi de 157% no teste rápido, com valores entre R$ 139,90 e R$ 360. O de sorologia tinha variação de 40% e o RT-PCR de 33%.

Confira abaixo a tabela com todos os valores e locais onde encontrar os testes:

Confira onde fazer: testes de Covid-19 custam de R$ 110 a R$ 400 em Campo Grande
Testes podem ser feitos em hospitais, farmácias e laboratórios. (Foto: Divulgação/ Procon CG)

Endereços:

Drogasil: Rua Jeriba, 553 – Chácara Cachoeira, Campo Grande;
Pague Menos: Taguarussu, Avenida  Bandeirantes, 1287 – Guanandi;
Clinica Campo Grande:  Rua Mal. Rondon, 1703 – Centro;
Hospital Geral El Kadri: Rua  Dr. Arthur Jorge, 295 – Centro;
Hospital Proncor: Rua Raul Píres Barbosa, 1800 – Chácara Cachoeira
Analisa Diagnósticos:  RuaRui Barbosa, 3682 – Centro;
DNA Laboratório Labneo: Avenida Afonso Pena, 944 – Amambai;
Labclin: Rua  Mal. Rondon, 1964 – Centro;
Lab Saúde:  Rua Athur Jorge, 365- Centro
Laboratório Célula: R. Abrão Júlio Rahe, 87 – Centro;
LBD – Laboratório Bio Diagnostic: Rua José Antõnio, 2317 – Monte Castelo;
Labminei Laboratório de Patologia Clinicas: Rua Rui Barbosa, 3956 – Monte Castelo;
Laboratório Oswaldo Cruz MS: Rua Maracaju, 937 – Centro;
Sabin Medicina Diagnóstica: Avenida Afonso Pena, 3813 – Jardim dos Estados;
Ultamedical Centro de Diagnóstico em Medicina:  Rua Pernambuco, 671 – São Francisco.

Após publicação da reportagem, a farmácia Pague Menos contestou a pesquisa do Procon-CG e afirma que em suas redes o teste custa R$ 79 e não R$ 139 conforme as equipes de fiscalização apuraram.

*Matéria editada às 08h45 para acréscimo de informação

Jornal Midiamax