Cotidiano

Confira dicas de como amenizar o sofrimento do seu pet durante os fogos da virada em MS

Com a virada do ano nas próximas horas, uma preocupação comum com quem tem pet em casa é o réveillon, que costuma ter muitos fogos barulhentos que assustam os animais. Pensando nisso, o Jornal Midiamax traz dicas para que os tutores possam amenizar o medo e sofrimento dos bichinhos na hora da virada. O incômodo […]

Carolina Rocha Publicado em 31/12/2020, às 14h00

Foto: Ilustração
Foto: Ilustração - Foto: Ilustração

Com a virada do ano nas próximas horas, uma preocupação comum com quem tem pet em casa é o réveillon, que costuma ter muitos fogos barulhentos que assustam os animais. Pensando nisso, o Jornal Midiamax traz dicas para que os tutores possam amenizar o medo e sofrimento dos bichinhos na hora da virada.

O incômodo e medo que os animais têm com fogos é normal, mas existem algumas maneiras de diminuir o sofrimento do pet. A adestradora Ana Clara Balbé e a médica veterinária Rafaela Azuaga orientam sobre estratégias para tentar deixar o animal mais confortável nesta virada de ano.

A adestradora conta que este pode ser uma preparação feita com bastante antecedência, para que na hora dos fogos, os pets já estejam acostumados. Ao longo do ano, o ideal é que o seu animal já esteja acostumado com o barulho, por isso colocar o som de fogos em uma caixinha de som, expor o animal ao barulho e ficar próximo dele o acalmando é uma tática,

“Esse é um treino que deve ser feito ao longo do ano todo, associando sempre o barulho dos fogos com algo positivo, que os cães gostem”, afirma a adestradora Ana Clara.

Mas como já estamos bem perto da virada, esta estratégia pode ficar para os próximos anos. Além dessa dica a longo prazo, existem ações que podem ser feitas na hora da virada.

A médica veterinária indica ações fáceis de fazer, mas alerta que se o seu animal tiver muito medo e você quiser dar alguma medicação, entre em contato com um profissional primeiro. “Caso necessário o uso de medicação, converse com o veterinário responsável para a prescrição de forma adequada.” Alerta Rafaela.

Dicas para amenizar o medo do seu pet com fogos de artifício

As duas profissionais indicam que o animal deve ficar em um ambiente restrito, longe principalmente da rua, e que não tenha objetos em que ele possa se machucar ao ficar nervoso e agitado. Também seria ideal disponibilizar um local onde ele esteja acostumado a ficar e se proteger, como embaixo da cama ou o quarto onde o animal dorme.

Para quem pode, ligar a TV ou rádio com som alto para que o animal se distraia com o barulho também é uma opção. Deixar o pet longe de onde possa ver as luzes dos fogos, pois eles também se assustam visualmente.

Um passeio cansativo durante o dia seria bem interessante, para que na hora da virada o animal esteja bem cansado. Se estiver junto, passe segurança e alegria para o seu pet, para que ele entenda que este barulho significa algo positivo e não precisa ter medo.

Ao contrário do que pensam, não é recomendado prender o cachorro em coleiras ou correntes, pois isso pode causar acidentes devido ao pânico.

Se você sabe que seu animal tem muito medo e grandes reações, ofereça refeições em menores porções, evitando uma possível reação adversa. Caso seja necessária uma medicação para acalmá-lo, sempre consulte o veterinário para que seja feito de forma adequada.

Jornal Midiamax