Cotidiano

Confira como funcionará o toque de recolher que começa nesta 2ª em Mato Grosso do Sul

Começa nesta segunda-feira (14) o decreto que determina o toque de recolher para as 79 cidades de Mato Grosso do Sul. O decreto estadual estabelece que as pessoas não devem circular nas ruas depois das 22 horas, mas moradores não precisam se preocupar com a hora do jantar: entregadores de aplicativo do delivery podem continuar […]

Mylena Rocha Publicado em 14/12/2020, às 09h55 - Atualizado às 17h46

(Foto: Divulgação, GCM)
(Foto: Divulgação, GCM) - (Foto: Divulgação, GCM)

Começa nesta segunda-feira (14) o decreto que determina o toque de recolher para as 79 cidades de Mato Grosso do Sul. O decreto estadual estabelece que as pessoas não devem circular nas ruas depois das 22 horas, mas moradores não precisam se preocupar com a hora do jantar: entregadores de aplicativo do delivery podem continuar as entregas mesmo com o toque de recolher. Pessoas que precisam se deslocar para trabalhar também podem ficar tranquilas.

A restrição foi determinada para todo o estado como uma maneira de barrar o avanço do coronavírus, para evitar a circulação das pessoas na rua. O decreto busca padronizar o toque de recolher, já que muitos municípios ainda não haviam imposto restrições aos moradores.

Com o toque de recolher a nível estadual, moradores das cidades de MS não podem circular nas ruas das 22 horas às 5 horas da madrugada. As únicas exceções são de pessoas que se deslocam em razão de trabalho, emergência médica ou urgência inadiável. O toque de recolher não impede o funcionamento de serviços essenciais e nem dos serviços de delivery.

Os municípios devem adotar as recomendações do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia). A situação está crítica em MS e mais de metade dos municípios do estado estão com a classificação, ou seja, somente atividades essenciais e não-essenciais de baixo risco poderiam funcionar. Para saber quais são as atividades essenciais, confira aqui.

Para cidades que já tinham um toque de recolher, a situação não deve mudar. O toque de recolher estadual busca impor uma restrição na circulação em todas as cidades, já que muitas ainda não tinham tomado uma medida para controle do coronavírus.

Há cidades até com um toque de recolher mais rígido, é o caso de Dois Irmãos do Buriti, que foi classificado com risco extremo de transmissão da Covid-19. Na cidade, localizada a 117 km de Campo Grande, o toque de recolher começa às 20 horas. Em casos como este, em que o toque de recolher começa mais cedo, prevalece o horário estabelecido no decreto municipal.

Coronavírus em MS

O número de casos de coronavírus voltou a crescer em Mato Grosso do Sul. Boletim divulgado no domingo (13) pelo governo do Estado mostrou que o número de casos confirmados da doença chegou a 113.298 em MS, com 1.931 mortes.

Destes, 13.232 precisam ficar em isolamento domiciliar. Outros 647 estão internados, sendo 373 em leitos clínicos e 274 em leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva).

Jornal Midiamax