Cotidiano

Concessionária ‘lamenta’ ocorrido com passageiro que encontrou larvas em salgado de R$ 7

A Socicam, concessionária responsável pelo Terminal Rodoviário de Campo Grande emitiu uma nota a respeito de um passageiro ter encontrado larvas em um salgado vendido a R$ 7 em uma lanchonete do local. A desagradável surpresa foi de Leandro Carneiro, de 29 anos, no momento em que aguardava o embarque para Maracaju, cidade a 159 […]

Diego Alves Publicado em 02/01/2020, às 19h49 - Atualizado em 03/01/2020, às 07h07

Foto: Reprodução | Facebook | Aonde Não Ir Em Campo Grande
Foto: Reprodução | Facebook | Aonde Não Ir Em Campo Grande - Foto: Reprodução | Facebook | Aonde Não Ir Em Campo Grande

A Socicam, concessionária responsável pelo Terminal Rodoviário de Campo Grande emitiu uma nota a respeito de um passageiro ter encontrado larvas em um salgado vendido a R$ 7 em uma lanchonete do local.

A desagradável surpresa foi de Leandro Carneiro, de 29 anos, no momento em que aguardava o embarque para Maracaju, cidade a 159 quilômetros de Campo Grande.

Em nota, a Socicam lamentou o ocorrido e informou a determinação de que a higiene esteja sempre de acordo com as regulamentações sanitárias. Ainda segundo a concessionária, não há registros de casos semelhantes que tenham ocorrido na rodoviária.

Já Leandro conta que ao ir à ouvidoria da rodoviária, para denunciar a falta de higiene da lanchonete, uma das funcionárias da rodoviária ainda teria dado risada, pois, segundo ela, situação é recorrente no estabelecimento em questão.

“A gerente não pode ser chamada porque não estava lá. Fiz a reclamação por escrito, deixei meu telefone e meu endereço. Vou aguardar o que vai acontecer”, afirmou Leandro. No grupo do Facebook, ‘Aonde não ir em Campo Grande’, o relato do rapaz (aqui) já conta com mais de mil reações e 300 comentários.

Leia a nota:

Lamentamos e informamos que o contrato firmado entre o locatário e a concessionária determina que aspectos de salubridade e higiene estejam sempre de acordo com as normas impostas e regulamentadas pelos órgãos de saúde competentes.

Reforçamos que não há registro de situação similar nos pontos de alimentação do Terminal Rodoviário de Campo Grande e a concessionária já solicitou esclarecimentos ao responsável pelo estabelecimento, que não havia sido notificado até o momento sobre o caso.

Para que possamos auxiliar o usuário, orientamos que procure pela administração do terminal em posse do comprovante de compra do salgado.

Concessionária do Terminal Rodoviário de Campo Grande

Jornal Midiamax