Cotidiano

Comércio de Campo Grande não abre na segunda, mas funciona no dia 15

Após uma convenção com a fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul), Sindicarejo-CG (Sindicato do Comércio Varejista de Campo Grande), e Sindicato dos Empregados no Comércio, foi autorizado o funcionamento do setor atacadista e varejista no feriado da Proclamação da República, no dia 15 de novembro. O segmento […]

Karina Campos Publicado em 29/10/2020, às 17h53 - Atualizado às 18h17

(Foto: arquivo/ Midiamax)
(Foto: arquivo/ Midiamax) - (Foto: arquivo/ Midiamax)

Após uma convenção com a fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul), Sindicarejo-CG (Sindicato do Comércio Varejista de Campo Grande), e Sindicato dos Empregados no Comércio, foi autorizado o funcionamento do setor atacadista e varejista no feriado da Proclamação da República, no dia 15 de novembro.

O segmento não irá funcionar neste feriado de Finados (2), mas deve ter funcionamento normal, respeitando as folgas compensatórias, no próximo feriado. Em nota, a Fecomércio informou que as empresas que pretendem abrir precisam informar em até cinco dias antes ao sindicato

“Além do pagamento de R$ 15,00 por empregado, ficando isento quanto aos empregados e às empresas contribuintes aos sindicatos. Para cada dia trabalhado o empregado fará jus a uma folga compensatória, a ser concedida preferencialmente na semana seguinte e no intervalo máximo de 15 dias”, explica o comunicado.

Já os empregados que contribuem ao sindicato laboral terão direito a indenização de 7% do valor do piso salarial pelo dia trabalhado, que deve ser pago até o final do expediente, assim como remuneração por despesas de condução e refeição.

A abertura do comércio no interior do Estado deve ser passar por acordo com o sindicato local. O acesso à convenção coletiva do trabalho pode ser conferido clicando aqui.

Jornal Midiamax