Com novas regras, prefeitura de Três Lagoas autoriza realização de eventos

Localizada a 326 km de Campo Grande, a prefeitura de Três lagoas divulgou novas diretrizes para a realização de eventos, que serão permitidos a partir do dia 15 de outubro. A decisão foi tomada pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19, com objetivo de garantir o trabalho com segurança para funcionários e clientes. Para eventos em […]
| 29/09/2020
- 16:53
Com novas regras, prefeitura de Três Lagoas autoriza realização de eventos
Reunião do comitê de enfrentamento à Covid-19 (Foto: Prefeitura Municipal de Três Lagoas) - Reunião do comitê de enfrentamento à Covid-19 (Foto: Prefeitura Municipal de Três Lagoas)

Localizada a 326 km de Campo Grande, a prefeitura de Três lagoas divulgou novas diretrizes para a realização de eventos, que serão permitidos a partir do dia 15 de outubro. A decisão foi tomada pelo Comitê de Enfrentamento à , com objetivo de garantir o trabalho com segurança para funcionários e clientes.

Para eventos em locais abertos, será permitida uma lotação máxima de 100 pessoas, respeitando ainda o espaço do local, com 8 metros quadrados por pessoa. As mesas deverão ter distanciamento de 2 metros com no máximo 6 pessoas e o estilo de buffet deverá ser a la carte, bem como uma série de medidas sanitárias, desde uso de , distanciamento, proibição de pista de dança e espaço kids, entre outras regras.

Em ambientes fechados

Para locais fechados, a capacidade máxima é de 50 pessoas, respeitando o espaço de 10 metros quadrados por pessoa no ambiente. A comida também deverá ser servida a la carte e o uso de máscara permanece obrigatório. Espaço kids e pista de dança estão proibidos, entre outras regras.

Drive-thru

Para eventos Drive-Thru (os participantes permanecem dentro do seu veículo), serão permitidos até 35 carros, respeitando o e os decretos vigentes. Além disso, poderá haver, no local de recepção, uma mesa para até 06 pessoas dedicada aos anfitriões da festa.

Outras diretrizes

Todos os eventos deverão ser comunicados à Vigilância Sanitária, com a entrega de uma lista com os nomes dos convidados, para que haja a fiscalização e o monitoramento caso houver caso confirmado entre os participantes após as festas.

As demais festas particulares, mesmo que em casa ou ranchos, sem seguir estes critérios sanitários rígidos e sem comunicação da vigilância sanitária, continuam proibidos.

Segundo o promotor justiça, Moises Casarotto, os eventos voltarão com regras rígidas garantindo a segurança e saúde. “Esse tempo foi necessário para que se pensasse sobre qual a melhor forma do retorno da atividade. Chegamos a um consenso no comitê e definimos a data e a maneira como deve acontecer cada evento”, disse ele.

Veja também

Últimas notícias