Cotidiano

Com maior pico de casos de coronavírus, macrorregiões de MS estão no limite de ocupação de leitos de UTI

Duas cidades macrorregiões de Mato Grosso do Sul já registram limite para receber pacientes em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para tratamento de pacientes com coronavírus e outras doenças, nesta segunda-feira (14). Conforme a atualização do boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde), Campo Grande, com 254 leitos de UTI registra 99% […]

Karina Campos Publicado em 14/12/2020, às 14h57

(Foto: PMSL / Divulgação)
(Foto: PMSL / Divulgação) - (Foto: PMSL / Divulgação)

Duas cidades macrorregiões de Mato Grosso do Sul já registram limite para receber pacientes em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para tratamento de pacientes com coronavírus e outras doenças, nesta segunda-feira (14).

Conforme a atualização do boletim epidemiológico da SES (Secretaria Estadual de Saúde), Campo Grande, com 254 leitos de UTI registra 99% da ocupação global dos equipamentos, sendo 45% de pacientes com Covid-19, 6% suspeitos e 48% com outras enfermidades.

A cidade de Corumbá já alcançou 100% na ocupação dos leitos. Atualmente, a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) da macrorregião tem 24 leitos de UTI disponíveis, sendo 17 direcionados para tratamento da Covid-19, 7 são custeados pelo Ministério da Saúde e 10 pelo município; e 7 para adultos do SUS (Sistema Único de Saúde), para internados com outras doenças.

Três Lagoas e Dourados também estão em alerta para o aumento de casos expressivos causados pelo vírus, nos últimos dias. Dos 125 leitos de Três Lagoas, 81% estão ocupados e na cidade vizinha, 80% de ocupação total.

Nas últimas 24 horas, o MS obteve mais 683 novos casos confirmados de Covid-19, a média móvel é de 1.247 registros por dia. Durante o período de queda de casos, alguns leitos foram desabilitados e, por isso, MS conta com 152 leitos a menos do que no primeiro pico da pandemia.

Jornal Midiamax