Cotidiano

Com estacionamentos fechados, moradores do Centro reclamam de multas do Flexpark

Com o lockdown aos finais de semana e apenas serviços essenciais funcionando em Campo Grande, os moradores do Centro reclamam que estão sendo multados pelo Flexpark, empresa que administra o estacionamento rotativo da cidade. Nas redes sociais, uma moradora disse que, normalmente colocaria o veículos em um estacionamento no Centro, mas devido ao lockdown, está […]

Mariane Chianezi Publicado em 25/07/2020, às 15h03 - Atualizado em 26/07/2020, às 09h20

Estacionamento do Centro, administrado pela Flexpark. ( Henrique Kawaminami, Arquivo Midiamax, Arquivo)
Estacionamento do Centro, administrado pela Flexpark. ( Henrique Kawaminami, Arquivo Midiamax, Arquivo) - Estacionamento do Centro, administrado pela Flexpark. ( Henrique Kawaminami, Arquivo Midiamax, Arquivo)

Com o lockdown aos finais de semana e apenas serviços essenciais funcionando em Campo Grande, os moradores do Centro reclamam que estão sendo multados pelo Flexpark, empresa que administra o estacionamento rotativo da cidade.

Nas redes sociais, uma moradora disse que, normalmente colocaria o veículos em um estacionamento no Centro, mas devido ao lockdown, está fechado. Sem outra alternativa precisou estacionar na rua e foi surpreendida com a notificação.

“Gostaria de saber como vou respeitar o decreto e ficar em casa, com o Flexpark notificando nossos carros? Moro no Centro, meu carro está em frente de casa, porque os estacionamentos estão fechados e não tenho dinheiro para comprar créditos o dia todo”, contou a moradora.

A reportagem procurou a assessoria de comunicação da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), através da Prefeitura Municipal, para verificar o que poderia ser feito e aguarda retorno.

Lockdown aos finais de semana

Lojas do centro, shoppings, salões de beleza e academias não podem abrir as portas aos sábados e domingos. Durante a semana, devem operar entre 9h e 17h. No caso dos shoppings, podem funcionar das 11h às 19h, mas somente nos dias de semana. Festas com aglomeração de pessoas também são proibidas – em qualquer dia da semana.

Confira em reportagem o que é considerado serviço essencial em Campo Grande.

Quem desobedecer pode ter estabelecimento lacrado

Comércios e estabelecimentos que desrespeitarem o novo decreto sobre horário de funcionamento, que ainda será publicado pela Prefeitura de Campo Grande, terão os locais lacrados por três dias – medida que endurece em eventual novo descumprimento.

Além da Guarda Civil Metropolitana, fiscalizarão o cumprimento do decreto agentes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana) e Sefin (Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento).

Jornal Midiamax