Política

Novo decreto prevê lacre por 3 dias em lojas que descumprirem medidas em Campo Grande

Comércios e estabelecimentos que desrespeitarem o novo decreto sobre horário de funcionamento, que ainda será publicado pela Prefeitura de Campo Grande, terão os locais lacrados por três dias – medida que endurece em eventual novo descumprimento. Em um vídeo divulgado em suas redes sociais, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) explica alguns trechos da regulamentação, anunciada […]

Mayara Bueno Publicado em 15/07/2020, às 09h47 - Atualizado em 16/07/2020, às 20h48

Durante transmissão ao vivo, o prefeito Marquinhos Trad descartou o lockdown para Campo Grande.
(Foto: Reprodução, Arquivo).
Durante transmissão ao vivo, o prefeito Marquinhos Trad descartou o lockdown para Campo Grande. (Foto: Reprodução, Arquivo). - Durante transmissão ao vivo, o prefeito Marquinhos Trad descartou o lockdown para Campo Grande. (Foto: Reprodução, Arquivo).

Comércios e estabelecimentos que desrespeitarem o novo decreto sobre horário de funcionamento, que ainda será publicado pela Prefeitura de Campo Grande, terão os locais lacrados por três dias – medida que endurece em eventual novo descumprimento. Em um vídeo divulgado em suas redes sociais, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) explica alguns trechos da regulamentação, anunciada na terça-feira (14), para combater o coronavírus, que avança exponencialmente no município.

Comércios do Centro, shoppings, salões de beleza, entre outros, não funcionarão no fim de semana, entre 18 a 31 de julho. Durante a semana, o horário de funcionamento nestes locais fica entre 9 e 17 horas, com máximo de 30% da capacidade no interior do estabelecimento. Deliveries vão atender normalmente, inclusive nos fins de semana, além dos serviços considerados essenciais, como mercados, farmácias, atendimento de saúde. Academias podem funcionar até às 20 horas.

“Serão apenas dois fins de semana, por isso pedimos sua ajuda e compreensão”. O toque de recolher, já decretado, segue com início às 20 horas até às 5 horas. Caso desrespeitem os decretos, comerciantes terão a loja fechada por três dias, se reincidirem, por mais sete dias e, em novo desrespeito, perderão os alvarás.

“Estamos intensificando a fiscalização. Peço sua ajuda, sua colaboração, denuncie quem não respeitar, por favor use a máscara, lave as mãos, consuma em estabelecimentos que estão seguindo regras de biossegurança. Só juntos vamos vencer”.

O novo decreto é reação diante dos inúmeros desrespeitos, mesmo com as restrições cada vez mais endurecidas. Empresários temiam que a Prefeitura de Campo Grande adotasse o lockdown, que foi descartado pelo chefe do Executivo municipal. Campo Grande tem 45 mortes e 4906 casos confirmados até terça-feira (14).

O telefone para denunciar desrespeito é 67-3314-9955.

Jornal Midiamax