Cotidiano

Com ajuda de drones, PMA-MS multa homem em R$ 4 mil por desmatamento

Homem é autuado pela PMA-MS por desmatar área de vegetação nativa em Inocência, no interior do estado. Para a operação foram usados drones e gps.

Dândara Genelhú Publicado em 15/02/2020, às 10h42 - Atualizado às 19h59

Foto: Divulgação/ PMA-MS.
Foto: Divulgação/ PMA-MS. - Foto: Divulgação/ PMA-MS.

Um proprietário de fazenda, localizada no município de Inocência, foi autuado em R$ 4 mil por desmatar 4,71 hectares de vegetação nativa da região. A fiscalização foi realizada pela PMA-MS (Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso do Sul) de Cassilândia por meio de drones e GPS, na tarde da última sexta-feira (14).

Segundo os policiais, o desmate foi realizado sem licença ambiental e aconteceu entre 2016 e 2016.  As informações foram retiradas de imagens de satélites. No local da mata nativa, foi cultivada uma plantação de pastagem.

Apesar da propriedade estar localizada em Inocência, o infrator residente em Paranaíba. O homem responderá por crime ambiental com pena de três a seis meses de detenção. O infrator também foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Jornal Midiamax