Cotidiano

Com 807 casos de Covid-19 em presídios e protesto, governo vai informar famílias por WhatsApp

Após reclamações e protesto de familiares de presos no sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul, o governo do Estado implementou o disk-Covid, para informar os parentes dos detentos sobre casos de coronavírus. Num primeiro momento, o serviço será realizado somente nos quatro maiores presídios do estado, que contemplam população carcerária de 6.677 internos. Nesta […]

Gabriel Maymone Publicado em 28/08/2020, às 12h44

Servidores da Agepen irão informar famílias de presos sobre casos de Covid-19 em MS. (Imagem: Divulgação)
Servidores da Agepen irão informar famílias de presos sobre casos de Covid-19 em MS. (Imagem: Divulgação) - Servidores da Agepen irão informar famílias de presos sobre casos de Covid-19 em MS. (Imagem: Divulgação)

Após reclamações e protesto de familiares de presos no sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul, o governo do Estado implementou o disk-Covid, para informar os parentes dos detentos sobre casos de coronavírus. Num primeiro momento, o serviço será realizado somente nos quatro maiores presídios do estado, que contemplam população carcerária de 6.677 internos.

Nesta sexta-feira (29), esposas e mães de detentos estiveram em frente ao Fórum de Campo Grande, protestando contra a falta de informações da situação da Covid-19 nos presídios.

O serviço está disponível para o Estabelecimento Penal “Jair Ferreira de Carvalho” (Máxima de Campo Grande), Instituto Penal de Campo Grande, Penitenciária Masculina de Regime Fechado da Gameleira e Penitenciária Estadual de Dourados. A intenção é que, posteriormente, a iniciativa seja estendida a outras unidades prisionais, conforme as maiores demandas.

Conforme boletim divulgado nesta sexta-feira (29) pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de MS), foram 955 contaminações no sistema prisional no estado, sendo 807 detentos, 135 servidores e 13 monitorados por tornozeleira eletrônica.

Cada um dos quatro presídios recebeu um número específico para contato, cujo atendimento ocorre por ligação ou WhatsApp, no período entre as 7h30 e 16h30, de segunda a sexta-feira. A Agepen informa que serão repassadas informações relativas à Covid-19, sem exceção.

Jornal Midiamax