Cotidiano

Com 22,1 mil denúncias neste ano, Disque 181 auxilia na solução de crimes em MS

Desde 2004 a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul conta com um serviço de denúncias anônimas, com intuito de mobilizar a sociedade na luta contra o crime e a violência. Em 16 anos de existência do “Disque Denúncia 181” já atendeu 22,1 mil ocorrências no estado. Estas denuncias serviram para colocar fim em casos […]

Carolina Rocha Publicado em 27/12/2020, às 09h34

Foto: Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.
Foto: Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. - Foto: Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

Desde 2004 a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul conta com um serviço de denúncias anônimas, com intuito de mobilizar a sociedade na luta contra o crime e a violência. Em 16 anos de existência do “Disque Denúncia 181” já atendeu 22,1 mil ocorrências no estado.

Estas denuncias serviram para colocar fim em casos de tráfico doméstico de drogas e até já ajudou a resolver um crime brutal em Campo Grande, no ano de 2010. Onde duas mulheres foram brutalmente assassinadas e encontradas degoladas em uma casa no bairro Tijuca, e os autores foram presos poucos dias depois.

“O Disque 181 é um sistema desenvolvido no Paraná e cedido para Mato Grosso do Sul em 2004. Começou como narco denúncia, para combater o tráfico, e passou por uma reformulação em 2011 para atender queixas de todos os tipos de crime. No ano passado (2019) desenvolvemos um novo software para lançar o site Web Denúncia  e ampliar o atendimento”, explicou o coordenador do Disque 181, capitão Antônio Jurca Neto

Algo que incentiva as denúncias, é a característica do serviço poder ser feito no anonimato. “Registramos o chamado e encaminhamos para a unidade competente verificar as informações”, ressalta o capitão Jurca. Este tipo de denúncia não oferece nenhum tipo de risco ao denunciante, por isso tem uma boa procura.

O telefone está disponível 24 horas por dia e contribuiu com diversos tipos de drogas e de armas de fogo. Também ajudou na prisão de traficantes e resoluções de crimes, como assassinato.

Um bom exemplo de como este serviço ajuda a polícia, foi o caso em julho deste ano, onde o Batalhão de Choque aprendeu cerca de 400 Kg de cocaína de um caminhão frigorífico em Campo Grande, após uma denúncia feita pelo 181. E esta apreensão causou um prejuízo de cerca de R$ 8 milhões ao crime organizado.

As ligações efetuadas para o telefone 181 não têm custo para o cidadão. O serviço ainda funciona de forma ininterrupta pelo site www.181.ms.gov.br.

Jornal Midiamax