Bombeiros e Marinha sobrevoam locais com focos de incêndio no Pantanal

O Corpo de Bombeiros e a Marinha realizaram um sobrevoo em áreas com focos de incêndios nas margens do Rio Paraguai, próximo a região do Jatobazinho no Pantanal em Corumbá, cidade a 428 quilômetros de Campo Grande. Segundo os bombeiros, o voo partiu de Ladário seguindo o curso do Rio Paraguai até próximo a região […]
| 30/01/2020
- 00:06
Margens do Paraguai até próximo a região do Jatobazinho (Foto: Corpo de Bombeiros)
Margens do Paraguai até próximo a região do Jatobazinho (Foto: Corpo de Bombeiros) - Margens do Paraguai até próximo a região do Jatobazinho (Foto: Corpo de Bombeiros)

O e a Marinha realizaram um sobrevoo em áreas com focos de incêndios nas margens do Rio Paraguai, próximo a região do Jatobazinho no Pantanal em Corumbá, cidade a 428 quilômetros de Campo Grande.

Bombeiros e Marinha sobrevoam locais com focos de incêndio no Pantanal
Foto: Corpo de Bombeiros

Segundo os bombeiros, o voo partiu de Ladário seguindo o curso do Rio Paraguai até próximo a região do Jatobazinho. Segundo os militares, pelo caminho, foram visualizados diversos focos nas margens do rio.

Bombeiros e Marinha sobrevoam locais com focos de incêndio no Pantanal
Foto: Corpo de Bombeiros

Ainda de acordo com os bombeiros, a maior parte deles já estavam praticamente extintos, restando apenas área em que queimava em profundidade ou alguns troncos, originando muita fumaça, porém sem risco de propagação para novas áreas.

Na manhã desta quinta-feira (29), será deslocada uma equipe para realizar o combate em áreas nas quais foi constatado que os focos podem se alastrar por outras áreas.

Bombeiros e Marinha sobrevoam locais com focos de incêndio no Pantanal
Foto: Corpo de Bombeiros

Em novembro do ano passado, um incêndio que durou aproximadamente 23 dias consumiu 173, 200 mil hectares de área. O fogo atingiu seis municípios: Aquidauana, Anastácio, Miranda, Bodoquena, Rio Negro e Corumbá.

Bombeiros e Marinha sobrevoam locais com focos de incêndio no PantanalAs chuvas ajudaram na redução dos focos. As chamas chegaram a atingir as proximidades do Parque Estadual do Rio Negro, localizado na região central do Pantanal. O efetivo utilizado no combate aos incêndios foi de aproximadamente 200 homens.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais informam que, em outubro, foi registrado o maior número de nos últimos 17 anos. O balanço do instituto registra 2.430 focos de incêndio no mês no bioma, número 1.925% maior do que o verificado em outubro do ano passado.

Veja também

Benefício começou a ser pago na última semana e consumidores aproveitam para fazer as compras de casa

Últimas notícias