Cotidiano

Bandeira laranja predomina, mas MS volta a ter cidade com risco extremo de coronavírus

O mapa de risco do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia)  foi atualizado nesta quinta-feira (5) e Mato Grosso do Sul voltou a registrar uma cidade com classificação cinza, ou seja, com risco extremo de transmissão do coronavírus. No Estado, a bandeira laranja ainda predomina e não há nenhuma cidade com classificação verde. […]

Mylena Rocha Publicado em 05/11/2020, às 12h06 - Atualizado às 12h09

 (Foto: Leonardo de França)
(Foto: Leonardo de França) - (Foto: Leonardo de França)

O mapa de risco do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia)  foi atualizado nesta quinta-feira (5) e Mato Grosso do Sul voltou a registrar uma cidade com classificação cinza, ou seja, com risco extremo de transmissão do coronavírus. No Estado, a bandeira laranja ainda predomina e não há nenhuma cidade com classificação verde.

Os dados foram apresentados durante a live da SES (Secretaria de Estado de Saúde). A única cidade com classificação de grau extremo em MS é Porto Murtinho. A secretaria não explicou o que levou o município a ser classificado com a bandeira cinza. Porto Murtinho tem um total de 271 casos confirmados e sete mortes registradas. A bandeira cinza do Prosseguir indica que somente atividades essenciais devem funcionar.

Os municípios melhor classificados no mapa do Prosseguir são aqueles que estão com a bandeira amarela, que indica grau tolerável de risco durante a pandemia. Em todo o estado, são 10 cidades com a bandeira amarela. 

A bandeira laranja predomina no estado de Mato Grosso do Sul, são 57 cidade com a classificação de risco médio, quando as atividades não-essenciais de baixo e médio risco são permitidas.

Há 11 cidades com a bandeira vermelha, com risco alto de transmissão do coronavírus. Nestes municípios, são permitidas atividades não-essenciais de baixo risco. Uma das cidades com bandeira vermelha é Bonito, que tem recebido visitas de turistas durante os feriados em MS. Só no último feriadão, foram cerca de 10 mil visitantes.

Confira a classificação da sua cidade:

Jornal Midiamax