Cotidiano

Atendimento presencial nas agências do INSS devem retornar dia 14 em MS

Após adiar pela terceira vez a reabertura das agências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), fechadas por conta da pandemia da Covid-19, o novo coronavírus, o governo prorrogou até o dia 11 de setembro o atendimento remoto e previsão para atendimento presencial é 14 de setembro, uma segunda-feira. A reabertura estava prevista inicialmente para […]

Mariane Chianezi Publicado em 23/08/2020, às 13h17

None

Após adiar pela terceira vez a reabertura das agências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), fechadas por conta da pandemia da Covid-19, o novo coronavírus, o governo prorrogou até o dia 11 de setembro o atendimento remoto e previsão para atendimento presencial é 14 de setembro, uma segunda-feira.

A reabertura estava prevista inicialmente para 13 de julho, e uma primeira prorrogação determinava a retomada gradual do atendimento presencial a partir de 3 de agosto. A abertura das agências em Mato Grosso do Sul, assim como em outros estados, deverá ser gradual.

Depois, após casos de contaminações não diminuíram e passou para 24 de agosto. Agora, conforme assessoria de imprensa local do INSS, a reabertura será em setembro. A nova data foi definida pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e pelo INSS. Com isso, fica prorrogado o atendimento por meio dos canais remotos até o mês que vem.

“Em virtude de diversas informações desencontradas, informamos que as agências do INSS reabrirão em setembro, em data a ser definida pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e pelo presidente do INSS ainda nesta sexta-feira”, disse o INSS em nota última sexta-feira (21).

Suspensão dos serviços

O INSS suspendeu o atendimento presencial no final de março como medida de enfrentamento da epidemia do coronavírus.

Mesmo após a reabertura, o tempo de funcionamento das agências será parcial, com seis horas contínuas, e o atendimento presencial será restrito exclusivamente:

  • Aos segurados e beneficiários com prévio agendamento pelos canais remotos (Meu INSS e Central 135);
  • E a serviços que não possam ser realizados por meio dos canais de atendimento remotos, a exemplo da perícia médica, avaliação social, reabilitação profissional, justificação administrativa e cumprimento de exigências.

O INSS esclarece que os serviços que não estarão disponíveis de forma presencial neste primeiro momento, continuam pelos canais remotos, o Meu INSS (pelo site e aplicativo) e telefone 135.

O INSS disponibiliza em seu site um guia para ajudar aqueles que têm alguma dúvida de como acessar o Meu INSS. Para saber como gerar sua senha, além de aprender a solicitar serviços e benefícios, acesse o site do INSS.

Jornal Midiamax