Cotidiano

Após denúncias, 9 agências bancárias de Campo Grande são multadas pelo Procon

O Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul) autuou, nesta quinta-feira (5), 9 agências bancárias de Campo Grande por irregularidades no atendimento. De acordo com o órgão, clientes reclamaram de irregularidades como tempo longo de espera no atendimento, sendo que na maior parte extrapolavam o limite de 1h; e […]

Karina Campos Publicado em 05/11/2020, às 14h43 - Atualizado às 18h13

Maior parte das reclamações era sobre o tempo de espera. (Foto: Divulgação/Procon-MS)
Maior parte das reclamações era sobre o tempo de espera. (Foto: Divulgação/Procon-MS) - Maior parte das reclamações era sobre o tempo de espera. (Foto: Divulgação/Procon-MS)

O Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato Grosso do Sul) autuou, nesta quinta-feira (5), 9 agências bancárias de Campo Grande por irregularidades no atendimento.

De acordo com o órgão, clientes reclamaram de irregularidades como tempo longo de espera no atendimento, sendo que na maior parte extrapolavam o limite de 1h; e falta da aplicação de medidas de biossegurança como ausência de álcool em gel para higienização das mãos.

Outro problema encontrado na fiscalização foi de falta de comprovantes de atendimento e exemplar de lei que regulamenta o serviço preferencial para gestantes, idosos, mães com crianças no colo, idosos, portadores de necessidades especiais e autistas.

Das agências multadas, foram quatro da Caixa Econômica Federal na Avenida Zahran, Júlio de Castilho, Bandeirantes e Aero Rancho; e do Banco Bradesco foram unidades na Cidade Morena e Avenida Zahran.

Também houve denúncias e fiscalização nas agências do Banco do Brasil, na Aavenida Júlio de Castilho; Santander, Avenida Bandeirantes; e Itaú Unibanco, na Avenida Júlio de Castilho.

Jornal Midiamax