Cotidiano

Após 1ª confirmação da Covid-19, cidade de MS enfrenta onda de fake news e divulga resultado de exame

Após ter a primeira confirmação de Covid-19, o novo coronavírus, a cidade de São Gabriel Do Oeste, localizada a 145 km de Campo Grande, enfrenta ondas de fake news. A Prefeitura Municipal da cidade divulgou o exame para esclarecer qualquer boato sobre o paciente contaminado. O primeiro caso de coronavírus da cidade seria um morador […]

Mariane Chianezi Publicado em 16/05/2020, às 16h48

Foto: Divulgação/Prefeitura de São Gabriel do Oeste
Foto: Divulgação/Prefeitura de São Gabriel do Oeste - Foto: Divulgação/Prefeitura de São Gabriel do Oeste

Após ter a primeira confirmação de Covid-19, o novo coronavírus, a cidade de São Gabriel Do Oeste, localizada a 145 km de Campo Grande, enfrenta ondas de fake news. A Prefeitura Municipal da cidade divulgou o exame para esclarecer qualquer boato sobre o paciente contaminado.

O primeiro caso de coronavírus da cidade seria um morador de 69 anos, que apresentou os primeiros sintomas em 5 de maio e realizou a coleta de material no dia 7, confirmando as suspeitas da Saúde local.

Segundo nota divulgada através do site oficial, a prefeitura apresentou o resultado do exame, pois muitas informações falsas estariam sendo compartilhadas em grupos de WhatsApp na cidade.

“Devido a repercussão negativa em relação a veracidade do laudo emitido pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e seu Laboratório Central – o Lacen, houve a autorização da divulgação em imagem do resultado. Há ainda a confirmação, tanto do Lacen, quanto da Unimed, de que o paciente não realizou exame de contraprova”, diz prefeitura em nota.

Por fim a prefeitura pediu que os cidadãos não compartilhassem qualquer notícia falsa, que mantenham medidas preventivas contra a doença, usem máscaras e tenham mais empatia com os outros moradores que por eventualidade sejam contaminadas também com o vírus. “O isolamento social ainda é a melhor forma de conter a disseminação”, disse.

Mato Grosso do Sul tem atualmente 508 casos confirmados da doença e 15 óbitos.

Jornal Midiamax