Amigos se reúnem e retiram 2 toneladas de lixo do Rio Paraguai

13 amigos que fazem parte de um grupo chamado “Equipe Selva”, se reuniram na manhã desta quinta-feira (08) e retiraram cerca de duas toneladas de lixo do rio Paraguai, em Ladário, a 426 quilômetros de Campo Grande. Tudo foi levado até o lixão de Corumbá. Entre os entulhos estavam tampas de vasos sanitários, garrafas pet, […]
| 09/10/2020
- 12:17
Amigos se reúnem e retiram 2 toneladas de lixo do Rio Paraguai
Amigos retiraram duas toneladas de lixo. Imagem: Diário Corumbaense - Amigos retiraram duas toneladas de lixo. Imagem: Diário Corumbaense

13 amigos que fazem parte de um grupo chamado “Equipe Selva”, se reuniram na manhã desta quinta-feira (08) e retiraram cerca de duas toneladas de lixo do , em Ladário, a 426 quilômetros de Campo Grande. Tudo foi levado até o lixão de Corumbá. Entre os entulhos estavam tampas de vasos sanitários, garrafas pet, garrafas de vidro, latas de cerveja, embalagens de sorvete e peças de brinquedos.

A ideia surgiu após os amigos verem amontoado de lixo na região portuária. “É inadmissível ainda pessoas usufruírem do local e deixar tudo sujo. Então, resolvemos fazer a nossa parte e iniciamos o às 07h até o final da manhã”, explicou Daniel Pedroso, integrante do grupo.

“Olha, deu muito trabalho, mas a sensação é muito boa e estaremos fazendo outras ações semelhantes no rio”, mencionou Pedroso que ainda falou sobre o que mais o deixou impressionado. “A grande quantidade de pneu que encontramos, bem como peças de roupas e brinquedos e até mesmo garrafas de champagne e whisky. Parecia mentira, mas não era”, disse ao Diário Corumbaense.

Todo o lixo foi retirado na região da Apa Baía Negra, mais conhecida como Codrasa, em Ladário, ponto de partida do grupo, que foi até a região do Bracinho. A própria população, muitos que utilizam essas áreas como forma de lazer, deixa o lixo, ainda mais agora que o rio Paraguai está com nível negativo, possibilitando o surgimento de prainhas, formadas por bancos de areia.

O grupo também teve apoio de colaboradores que doaram os sacos de lixo e também alimentação durante a coleta.

Veja também

Os salários oferecidos são de R$ 3,6 mil para 40 horas semanais de trabalho

Últimas notícias