Cotidiano

Alunos de MS ficam abaixo da média em pesquisa de educação do MEC

Os alunos do ensino fundamental em Mato Grosso do Sul ficaram abaixo da média em dois critérios de educação conforme resultado do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) divulgados nesta quarta-feira (4) pelo MEC (Ministério da Educação) e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais). A pesquisa foi realizada de forma amostral […]

Mariane Chianezi Publicado em 09/11/2020, às 14h02 - Atualizado às 16h23

Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax/Ilustrativa
Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax/Ilustrativa - Foto: Marcos Ermínio/Jornal Midiamax/Ilustrativa

Os alunos do ensino fundamental em Mato Grosso do Sul ficaram abaixo da média em dois critérios de educação conforme resultado do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) divulgados nesta quarta-feira (4) pelo MEC (Ministério da Educação) e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais). A pesquisa foi realizada de forma amostral em 2019.

De acordo com o levantamento, os alunos da 2ª série do ensino fundamental atingiram pontuação de 733,48 na matéria de matemática, enquanto a nacional é 750. Dentro do Centro-Oeste, MS também é o estado que menos pontuou, ficando atrás de Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal.

Outra matéria que os alunos participantes do Seab não chegaram a alcançar a média nacional de 750 pontos, foi em língua portuguesa, ficando com 732,93 pontos. Dez Estados obtiveram resultados acima da média nacional, de 750 pontos. Esses Estados são: Ceará, São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás e o Distrito Federal.

Os alunos do 9º ano também não conseguiram chegar ao quantitativo nacional nas matérias de ciências humanas. Os alunos em MS marcaram 246,99 pontos, enquanto a média do país é 250.

Em três quesitos os alunos do estado conseguiram atingir pontuação acima da média. Os alunos do 3° ano conseguiram superar a média nacional em matemática e língua portuguesa, atingindo 283,6 e 283 respectivamente. A média nacional para as matérias são 277,3 e 278,4.

1 em cada 4 alunos do 2º ano não escreve palavra de três sílabas

De acordo com o levantamento, onde 5,6 milhões de estudantes participaram, um em cada quatro alunos da 2ª série do ensino fundamental (com 7 anos de idade) não sabe escrever de forma correta uma palavra de três sílabas a partir de um ditado. A pesquisa ainda mostra que 27,5% dos estudantes do país estão nos níveis 1, 2 e 3 de desempenho (em uma escala de 1 a 8) ou abaixo até do nível 1.

O levantamento indicou que 17,8% dos alunos estão no nível 4 – em que são capazes, por exemplo, de escrever palavras trissílabas ou localizam informações explícitas no final de um texto muito curto – e 55% estão nos níveis de 5 a 8 (de maior desempenho em leitura e escrita).

Já em Matemática, os resultados para o 2ª série do ensino fundamental indicam que metade está nos níveis de 1 a 4 (em uma escala de 1 a 8) ou abaixo até do nível mínimo. Alunos com esse desempenho não são capazes, por exemplo, de identificar, em um calendário de determinado mês, o dia da semana em que o mês se inicia.

O Saeb vem sendo aplicado para estudantes do 5º e 9º ano do ensino fundamental e para o 3º ano do médio. Os resultados das provas, juntamente com as taxas de aprovação, reprovação e abandono compõem o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

Alavancar os indicadores de alfabetização é apontado pelo governo Jair Bolsonaro como uma prioridade. A gestão demonstra predileção pelo método fônico de alfabetização – que dá ênfase no som das letras – e aposta em um programa que incentiva a leitura para crianças pelos pais, em casa.

O estudo completo pode ser acessado aqui.

Jornal Midiamax