Cotidiano

Voluntários promovem ação social para idosos em comemoração ao Dia dos Avós

Cerca de 300 voluntários mirins do programa “Mãos Que Ajudam”, vão promover uma ação social para idosos carentes neste sábado (27) para comemorar o Dia dos Avós, que é comemorado nesta sexta-feira (26). A ação acontecerá em dois pontos da cidade, sendo o primeiro que acontece na praça do Bairro José Abraão e, à tarde, […]

Mariane Chianezi Publicado em 26/07/2019, às 14h01

Foto. Pixabay.
Foto. Pixabay. - Foto. Pixabay.

Cerca de 300 voluntários mirins do programa “Mãos Que Ajudam”, vão promover uma ação social para idosos carentes neste sábado (27) para comemorar o Dia dos Avós, que é comemorado nesta sexta-feira (26).

A ação acontecerá em dois pontos da cidade, sendo o primeiro que acontece na praça do Bairro José Abraão e, à tarde, no lar de idosos Casa de Abraão, que fica no bairro Taveirópolis.

Durante os eventos, idosos vão receber serviços de saúde e beleza, presentes e presenciar apresentações de dança, música e coral. O programa Mãos Que Ajudam acontece ao menos uma vez a cada ano no Brasil. A edição deste ano – Mãozinhas Que Ajudam o Vovô e a Vovó – vai acontecer simultaneamente em diversas cidades do país, contando com mais de 150 mil voluntários jovens e mirins. A ação pretende chamar a atenção das crianças para a realidade dos idosos.

Em Campo Grande

O lar de idosos Casa de Abraão abriga 20 vovôs e vovós, mas apenas 4 recebem visitas. Durante o evento, cerca de 50 crianças, que foram ensinadas sobre as limitações que a idade impõe, vão entregar presentes, ler histórias, cantar canções, entre outras atividades.

Além disso, haverá jovens e adultos prestando serviços de saúde e beleza. Já na praça do bairro José Abraão, os voluntários prestarão serviços a toda comunidade e, em especial para os idosos, com cortes de cabelo, aferição de pressão, avaliação e orientação nutricional, ginástica para o cérebro e outras ações de saúde e beleza.

As atividades incluem ainda apresentações de dança, coral, ginástica, oficina de genealogia – onde os participantes vão poder fazer sua árvore genealógica – e orientação sobre armazenamento de alimentos. As crianças também vão receber atenção especial, com atividades e brinquedos.

Jornal Midiamax