Cotidiano

Vai passar a virada do ano de roupa nova ou velha? 54% dos brasileiros querem figurino novo

Você já escolheu as cores que vai usar na noite do dia 31? Entre os brasileiros que pretendem comemorar o Réveillon 2019, mais da metade (54%) querem usar roupa nova. Esse resultado é da pesquisa realizada pela CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) e o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito). A roupa nova […]

Renata Fontoura Publicado em 27/12/2019, às 08h13

A roupa nova e as cores escolhidas remetem ao simbolismo da época. (Foto: Reprodução/Internet)
A roupa nova e as cores escolhidas remetem ao simbolismo da época. (Foto: Reprodução/Internet) - A roupa nova e as cores escolhidas remetem ao simbolismo da época. (Foto: Reprodução/Internet)

Você já escolheu as cores que vai usar na noite do dia 31? Entre os brasileiros que pretendem comemorar o Réveillon 2019, mais da metade (54%) querem usar roupa nova. Esse resultado é da pesquisa realizada pela CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) e o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito).

A roupa nova e as cores escolhidas remetem ao simbolismo da época e ao desejo de um ano novo cheio de esperanças. O estudo também apontou que a cor branca é preferida para a data (37%). Além dela, parte dos brasileiros vai apostar em simpatias para ter mais dinheiro em 2020.

Desejando a tranqüilidade e confiança no futuro, 8% dos entrevistados da pesquisa vão optar pelo azul. E, 6% querem esperar o ano novo de amarelo, simbologia do dinheiro. As cores vermelha, preta, rosa e dourada seguem com 3% cada.

Thays Schneider sempre escolhe o que usar à espera do ano novo. No ano passado, ela usou branco. Mas confessa não gostar muito. “Usei branco mesmo não gostando, mas neste ano vou usar vermelho, pois representa o amor”, afirma.

Já Mariana Ozório escolheu algo fora do padrão: usará uma blusa cinza com estampas de folhas e flores. “Esse ano não me apeguei em usar uma cor específica”, diz.

A pesquisa também mostra que 87% dos consumidores já decidiram onde pretendem comemorar a chegada de 2020. A maior parte deve passar o Réveillon na própria casa (28%), mas 13% planejam viajar, 10% celebrar a ocasião na casa de familiares e outros 10% na igreja.

Outro costume muito comum no Brasil é a realização de “simpatias”. Dados do levantamento revelam que um terço (32%) dos entrevistados fará algum ritual de ano novo em 2020, sobretudo para ganhar dinheiro (16%), encontrar ou manter um amor (6%), pagar as dívidas (6%), conseguir um emprego (5%) e comprar uma casa (5%).

Jornal Midiamax